Introdução ao Manual

Saiba quem é o público deste livro e como será abordado a arte de mochilar pelo mundo com quase nada de dinheiro

por Aldo Lammel

Luxemburgo — Aldo Lammel, CC BY-NC

Sem qualquer dúvida, todos meus dias de estrada sem dinheiro, sozinho e de bicicleta, pegando carona pelas montanhas, pedalando para cruzar os continentes, criando formas de levantar dinheiro, entrando de graça nos museus mais importantes do mundo e construindo amizades por cada canto, me deram um denso conhecimento de causa sobre o que é fazer um mochilão e como executar um. Unindo esta bagagem com minha experiência de mais de uma década como profissional de comunicação e gestão de projetos, trago em cada página do manual um massivo conteúdo não apenas textual e fotográfico, mas também audiovisual, material que capturei ao longo dos anos de estrada, ilustrando como funciona na prática o que está sendo dito à você. Com a ajuda de mochileiros de diferentes nacionalidades e estilos de viagem, esmiuço a arte de mochilar sem precisar do dinheiro a maior parte do tempo mesmo dentro de uma viagem global a partir do nada, do zero, te apresentando o que pode ser feito e como algo deve ser executado quando assim se mostrar necessário.

De Machu Picchu a París, muitos lugares te aguardam mesmo em uma viagem sem dinheiro — Aldo Lammel, CC BY-NC

O mochileiro e a mochileira fundamentalmente desenvolvem suas viagens de modo independente e de baixo-custo, geralmente realizando viagens mais longas que priorizam a aventura, a diversão e a imersão cultural local. Como viagens de mochilão costumam contar com a hospitalidade dos locais, esta modalidade de viagem costuma ter um grau de imprevisibilidade muito maior enquanto a privacidade é menor. Agora, se você mesmo que temporariamente não pode abrir mão de seus costumes, do conforto e da previsibilidade, você é um turista e não um mochileiro, foco deste manual. Ainda assim, se sendo de seu interesse, meu papel é o de te ajudar a se desenvolver como mochileiro.

Público do Manual

O manual é focado no mochileiro (com e sem bicicleta) que viajará sozinho durante seis meses ou mais, passando por vários destinos internacionais, que não fala outro idioma e dispõe de um orçamento máximo de cinco dólares diários (ou U$155 ao mês ou U$1.860 ao ano). Também desfrutará de todo o conhecimento aqui transmitido para mochilar: quem não tem dinheiro pra viagem; quem tem ou não tem experiência com mochilagem; quem viajará de motocicleta ou carro; quem viajará em dupla ou até mesmo em família; quem fará uma trip apenas dentro do Brasil; quem já domina o inglês e o espanhol; quem viajará por períodos de tempo mais curtos ou sem data para encerrar o mochilão; quem possui orçamento mais confortável mas não abre mão de mochilar.

Exclusivamente por questões didáticas, NÃO É O PÚBLICO deste manual quem: for menor de idade; ter aversão a dormir em barracas; busca o isolamento social; inflexível quanto a privacidade.

Dá Bélgica ao Equador, ou de onde for, faça seu mochilão ser um período de novas experiências — Aldo Lammel © Todos os direitos reservados

E Boa Leitura

Agora vamos iniciar a construção da sua viagem. A ordem que criei segue a lógica de construção de projetos lineares, onde primeiramente conversaremos sobre suas ideias e possíveis impactos que elas terão (capítulo “Idealizando”); passaremos pela parte mais trabalhosa (capítulo “Planejando”) ao iniciar o rascunho do seu roteiro, providenciar documentos, equipamentos básicos de todo mochileiro, falar sobre dinheiro e como usá-lo de modo simplificado, além de outras coisas. Depois de tudo pronto pra você seguir com sua aventura ou se você já está na estrada (capítulo “Viajando”), veremos como pôr tudo em prática e quais técnicas e ferramentas te auxiliarão a encontrar tudo o que você precisa para viajar se divertindo com segurança e sem usar dinheiro a maior parte do tempo. Também veremos como lidar com as condições climáticas, diferenças culturas e muito outras informações que não passam pela cabeça dos mochileiros novatos e intermediários. E, dentro de algum tempo, você estará preparado para encarar a última parte do manual (capítulo “Concluindo”) onde te ajudarei a retornar pra casa e organizar suas coisas, aproveitando o máximo da bagagem que você adquiriu.

Vamos lá?

Índice do manual

Recomende

Compartilhe este link abaixo com os amigos:
https://mochilaebike.org/manual

Baixe o App!

Acompanhe os vídeos, fotografias, roteiros, estatísticas e tudo mais sobre a volta ao mundo de Aldo Lammel: baixe grátis o nosso App!

Aldo Lammel

Sobre | Youtube | Termos de Uso