Como passar na Unicamp

O que ajudou alunos e ex-alunos a passarem na Unicamp?

  • Introdução;
  • Dicas:
    - Romúlo.
    Engenharia Mecânica;
    - Anne.
    Saneamento Ambiental;
    - Renan.
    Engenharia de Computação
    - Lara.
    Pedagogia;
    - Rodrigo.
    Engenharia da Computação;
    - Daniel.
    Matemática Aplicada;
    - Carmem.
    Educação Física;
    - Fernanda.
    Biologia;
    - Flávia.
    Engenharia Agrícola;
    - Rafael .
    Física;
  • Studygrams
  • Conclusão.

Passar na Unicamp é, para boa parte dos jovens brasileiros, uma de suas maiores ambições!

Saiba mais sobre a Unicamp e Barão Geraldo no morandoembarao.com

Pelo segundo ano consecutivo a Unicamp foi considerada a melhor universidade da América Latina pelo ranking THE (Times Higher Education’s World University Rankings).

A Unicamp conta com aproximadamente 34 mil alunos matriculados em 69 cursos de graduação e 153 programas de pós-graduação.

Está localizada no Estado de São Paulo contando com três campi, em Campinas, Piracicaba e Limeira, e compreende 24 unidades de ensino e pesquisa.

Possui também um vasto complexo de saúde (com duas grandes unidades hospitalares no campus de Campinas), além de 23 núcleos e centros interdisciplinares, dois colégios técnicos e uma série de unidades de apoio num universo onde convivem cerca de 50 mil pessoas e se desenvolvem milhares de projetos de pesquisa.

Esses são alguns dos motivos pelos quais a Unicamp atrai tantos estudantes para prestar seu vestibular!

No vestibular de 2019 inscreveram-se no processo, 76.312 candidatos, que irão concorrer a 2.589 vagas, em 69 cursos de graduação. Vejas quais são as dez carreiras mais concorridas no Vestibular Unicamp 2019:

  • Medicina, com 330 candidatos por vaga;
  • Arquitetura e Urbanismo (102 c/v);
  • Ciências Biológicas — Integral (57,9 c/v);
  • Comunicação Social-Midialogia (54,5 c/v);
  • Ciência da Computação — Noturno (39 c/v);
  • Farmácia — Integral (38,5 c/v);
  • Engenharia Química — Integral (37,8 c/v );
  • Engenharia da Computação — Integral (35,7 c/v);
  • Enfermagem- Integral (34,9 c/v);
  • Odontologia (34,6 c/v).

Apesar de o vestibular da Unicamp ser bastante concorrido, ele não é um bicho de sete cabeças! Basta estar disposto a alguns sacrifícios e estudar de forma eficiente e eficaz.

Então como estudar para passar na Unicamp? Essa é uma pergunta relativa pois cada pessoa estuda de uma forma e tem suas estratégias para o tão cobiçado vestibular da Unicamp. Para isso conversamos com diversos alunos da Unicamp para ver aquilo que mais os ajudaram na hora de estudar e realizar o sonho de passar na Unicamp!

Antes de seguir para as dicas, você sabe como funciona o vestibular da Unicamp? Se sim, siga para as dicas, falaremos aqui um pouco sobre o vestibular.

O vestibular é constituído de duas fases e provas de habilidades específicas para os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Artes Cênicas, Artes Visuais, Dança e Música.

Primeira fase

A primeira fase conta com um prova que é composta por 90 questões de múltipla escolha, totalizando até 90 pontos. Nessa fase os candidatos ausentes ou que zerem a prova são eliminados do processo.

O(a) vestibulando(a) tem até no máximo cinco horas e no mínimo três horas e trinta minutos para a realizar a prova da 1a fase.

Segunda fase

Todos aqueles que foram aprovados para a 2a fase do vesteibular da Unicamp fazem todas as provas, não importando o curso de escolha!

As questões da 2a fase são todas dissertativas e as provas são realizadas em três dias consecutivos, sendo distribuidas da seguinte forma:

  1. Primeiro dia: prova de Redação (composta por duas propostas de textos a serem desenvolvidas pelos candidatos) e prova de Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa, com seis questões;
  2. Segundo dia: prova de Matemática, prova de Geografia, e prova de História, com seis questões cada uma;T
  3. Terceiro dia: prova de Física, prova de Ciências Biológicas e prova de Química, com seis questões cada uma.

Cada questão vale até no máximo quatro pontos, sendo que cada questão contem dois itens. Os textos da Redação valem 24 pontos cada um.

São no máximo 4h e no mínimo 2h30 para resolver as provas em cada dia da 2a fase.

Para mais informações sobre o vestibular e as provas de habilidades específicas veja o manual do candidato do vestibular Unicamp 2019.

Sempre surge a dúvida da cor da caneta no vestibular da Unicamp, você deverá levar uma caneta preta em material transparente. Junto à mesa somente fica lápis preto, borracha e o documento de identidade. Qualquer outro item, como relógio e alimentos ficam no chão ao lado da carteira. Equipamentos eletrônicos, celulares, relógios digitais, corretivos, lapizeira, marca-texto, boné, ou seja, quaisquer itens estranhos à prova são proibidos.

Sem mais delongas, esperamos que esse artigo o ajude nessa busca e que em breve você esteja com a gente aqui na Unicamp e em Barão Geraldo!


Dicas de como passar na Unicamp

Conversamos com alunos e ex-alunos de alguns cursos da Unicamp para pegar dicas daquilo que mais os ajudaram na busca pela tão sonhada Unicamp.

Rômulo Siqueira é formado pela Unicamp em Engenharia Mecânica e durante a graduação fez intercâmbio na Coréia onde estagiou na Hyundai antes de voltar e finalizar sua graduação. Segue abaixo algumas dicas que ele acredita serem essenciais para você passar na Unicamp:

  • Uma boa estratégia para se preparar para o vestibular da Unicamp é estudar as provas anteriores. Todas são de acesso gratuito e disponibilizadas no próprio site da Comvest. Aconselho a imprimir as provas (1a e 2a fase), separar o mesmo tempo que teria para o vestibular e realizar a prova com a maior concentração possível. É importante treinar também responder às questões utilizando caneta esferográfica: muitas pessoas estudam apenas com lápis e esquecem que precisam separar tempo para passar as questões à caneta. Para as correções, utilizem as provas comentadas. Dessa forma, além de verificar se sua resposta está correta, você saberá qual a opinião da banca em relação às resoluções e respostas esperadas.
  • Uma técnica que se mostrou efetiva na 1a fase foi a ‘pega varetas’. Ela consiste em iniciar a prova fazendo apenas as questões fáceis. Ao encontrar uma questão difícil ou que demanda muito tempo, marque-a com um círculo. Ao encontrar uma questão ainda mais difícil, onde você não sabe a matéria, marque-a com um ‘X’. Resolva todas as questões fáceis e selecione corretamente as respostas. Depois, tente resolver as questões marcadas com um círculo. Por fim, caso ainda sobre tempo, resolva as questões marcadas com ‘X’.
  • Caso você tenha dificuldade com fórmulas matemáticas, logo no início do vestibular é válido você separar alguns minutos e escrever todas a principais fórmulas no rascunho. Como no início da prova sua mente estará com mais energia, provavelmente será mais fácil relembrar algumas informações. Ao final, basta consultar as fórmulas para resolver os exercícios.
  • Ir bem em matemática, física e química obrigatoriamente e fazer as provas da 2a etapa. Elas são mais completas e exigem conhecimentos mais sólidos. Uma coisa que eu fiz foi escolher uma matéria não ligada a exatas e me esforçar ao máximo nela, tanto quanto matemática, por exemplo. Eu escolhi literatura, valeu a pena e minha nota foi bem alta o que acrescentou uns pontinhos extras.

Anne Von Wolff é formada em Saneamento Ambiental pela Unicamp, com mestrado em tecnologia e inovação e doutorado em engenharia civil. Essas foram as dicas dela:

  • Minha dica é focar nas matérias que você não gosta e não tem muita aptidão. Pois quando já gosta de biologia, por exemplo, fica fácil estudar um dia inteiro só aquilo, mas muitas vezes as matérias que temos menos facilidade contam muitos pontos e nos diferenciam dos outros candidatos.
  • Para mim é essencial disciplina de estudar mesmo quando não estamos com vontade.
  • Legal ter um cronograma de estudos também. De estudar matérias diferentes todos os dias e ter um prazo pra concluir os exercícios. Vale a pena também ter um grupo de encontro para discutir os exercícios mais difíceis.

Renan Brotto é formado em Engenharia de Computação pela Unicamp, confira o que ele acha essencial para se preparar para o vestibular da Unicamp:

  • Realização de simulados ou provas anteriores: a realização de questões anteriores é fundamental para aprovação. Este tipo de estudo permite a familiarização com a linguagem da prova, evitando surpresas no momento do vestibular, além de deixar claro quanto tempo o estudante está destinando a um determinado tipo de questão. Esta estratégia permite também identificar quais conteúdos são os mais difíceis para o estudante. Deste modo, é possível mudar a estratégia de estudo assim que surgirem as primeiras dificuldades, focando mais num determinado conteúdo. Por fim, fazer provas anteriores permite identificar quais são os assuntos mais recorrentes e priorizá-los nas revisões.

Lara Paganini é formada em Pedagogia pela Unicamp, confira as dicas dela:

  • Faça provas anteriores! Quantas puder! Deixe a mais recente por último, para fazê-la como um simulado, no mesmo tempo e condições que no dia da prova! Isso vale tanto para a primeira quanto para a segunda fase!
  • SEMPRE tem aquela para não zerar!
  • Se NUNCA nem ouviu falar do assunto de uma questão a resposta, provavelmente, está no texto ou então é só jogar os dados da fórmula que está na questão.
  • Faça na ordem, mas, não perca tempo nas que não conseguir de primeira, passe para a próxima e volte depois! Sempre dando aquela última revisada no final!
  • Tenha calma! Se não está mais conseguindo pensar vá ao banheiro ou coma alguma coisa.

Rodrigo Ferla cursou Engenharia de Computação na Unicamp e essas são as dicas que ele deixa para quem pretende prestar o vestibular:

  • Passar na Unicamp implica estudar para a Unicamp, a melhor forma de se fazer isso é resolvendo as provas anteriores e quando da dúvida consultar um material de apoio. Estudar a teoria é essencial, contudo toma bastante tempo, acredito que resolver exercícios > estudar teoria, e como dito, quando surgir a dúvida na questão consultar o material de apoio. Quanto mais você resolver exercícios da Unicamp, mais preparado estará para a prova da Unicamp.
  • A incidência de alguns assuntos são maiores que a de outros, veja quais os assuntos mais caem nas provas e foque neles. Para os cursos de exatas, os dois primeiros anos contam com conteúdos básicos e comuns entre a maioria dos cursos, estudar esses conteúdos a finco não será demais, já que te ajudará em disciplicas como cálculo, física e química durante os primeiros anos.
  • Não é por estar prestando Engenharia que você deve estudar somente exatas, história pode tirar sua vaga, já que todo ponto é válido. Você precisa mandar bem nas matérias de exatas mas para isso não deve negligenciar biológicas e humanas.
  • Redação é um ponto chave também, são dois textos de 24 pontos cada. Saiba sobre os possíveis temas (carta, resenha, discurso, comentário…). Leitura e treino são o suficiente para criar um repertório para conseguir ir bem independente do tema pedido.
  • Sobrou um tempinho? Aprenda sobre lógica de programação, sabendo a lógica de programação as linguagens ficam bem mais tranquilas.

Daniel Ignacio é formado em Matemática Aplicada pela Unicamp, veja quais as sugestões dele para o vestibular:

  • Uma dica que eu tenho é que todo dia, de segunda a sexta , fazer pelo menos uns 3 exercícios por dia de matemática, ou de exatas de cada área, porque infelizmente a matemática caduca se não usar todo dia.
  • Estudar matemática todo dia é legal, sempre recomendo, também recomendo que alguns dias, um ou dois , antes da prova o pessoal não estude e faça alguma coisa que curta na vida. Mas claro que recomendo isso para quem fez o estudo correto durante o ano!
  • E também recomendo ter aulas de matemática comigo, hahaha!

Carmem Peres fez a graduação em Educação Física na Unicamp e Mestrado/Doutorado em Biodinâmica da Motricidade, também na Unicamp, sendo que parte do doutorado foi feito nos Estados Unidos. Confira suas dicas:

  • De uma forma geral o que me fez passar foi não me me pressionar para isso;
  • Outra coisa importante é saber interpretar textos;
  • Também ser curioso e aprender por prazer e não só decorar.

Fernanda Morais é graduada em Biologia pela Unicamp, veja o que a ajudou no vesttibular:

  • Acho que o que foi fundamental pra mim foi ter ido bem em redação, mas era na época que isso tinha um peso bem grande;
  • Acho que a maior dica pra quem é de biologia é entender a relação entre biologia e química. São matérias diferentes mas na vida andam de mão juntas, né?

Flávia Gomes se graduou em Engenharia Agrícola na Unicamp, suas dicas são:

  • Bom, meu conselho é aprender a ser disciplinado. Cuidar da alimentação, praticar alguma atividade física e estudar. Tem materiais em sebos, na internet, e muita provas antigas também!

Rafaela Saraiva cursou Física na Unicamp, segue o que ele acha importante e que o ajudou a passar no vestibular:

  • Acho que o que é essencial pra passar na Unicamp é a calma na hora da prova, afinal de contas vc fez o possível pra estar preparado naquele momento(mesmo que não pareça).
  • Estudar as matérias as quais vc tem menos conhecimento,sempre tive muito problema com português mas quando as provas estavam chegando foquei muito em português pois sabia que era muito fraco e obteria um bom ganho na pontuação da prova!

Studygrams

Você já conhece ou acompanha algum studygram?

Studygrams são Instagrams totalmente dedicados a estudos, neles são postados resumos, dicas e experiências! São diversos, você pode escolher aquele que melhor atende seus objetivos e acompanhar!

Quer conhecer alguns deles? Listamos alguns interessantes para você!


Conclusão

Analisando os comentários percebemos que algumas dicas são recorrentes. Todos que passaram na Unicamp tem uma ou outra dica em comum, essas dicas podem, de fato, ajudar você no vestibular da Unicamp!

Não resta dúvidas que o segredo para passar é estudar, mas devemos estudar de forma inteligente! Segue então as 10 dicas que mais surgiram nesses depoimentos de alunos e ex-alunos da Unicamp:

  1. Resolva as provas anteriores;
  2. Estude as disciplinas que tem mais dificuldade;
  3. Resolva as questões mais fáceis primeiro, volte nas mais difíceis numa segunda tentativa;
  4. Mantenha-se disciplinado, estude todo dia;
  5. Não negligencie a redação;
  6. Leia bastante, ajudará tanto na interpretação de textos como na redação;
  7. Alimente-se bem, faça exercícios e durma bem;
  8. Procure ficar tranquilo durante a prova, faça pausas para comer e ir ao banheiro;
  9. Tenha um cronograma de estudos e um grupo para discussão de exercícios;
  10. Desconfie do cozido misto do bandejão.

Esperamos muito que vocês consigam a tão sonhada vaga e venham ter essa experiência única que é estudar na Unicamp! Nós do Morando em Barão estamos à disposição para qualquer dúvida que vocês venham a ter sobre Barão Geraldo e Unicamp, ajudaremos com tudo o que estiver dentro do nosso alcance!


Onde você encontra o Morando em Barão?

Facebook | Instagram | Website | Email: morandoembarao@gmail.com