Uma lista de tarefas para o amor próprio:

Tradução de poemas de Key Ballah

Uma lista de tarefas para o amor próprio:

- Lave sua pele com água morna.
- Use o dedo indicador de sua mão direita para comer mel direto do pote.
- Escreva uma carta de amor para si mesma.
- Peça para sua mãe dizer o quanto ela te ama. Ouça com cuidado a verdade em sua voz.
- Diga ao seu pai que você o perdoa.
(Tente perdoá-lo, por mais clichê que isso soe, o perdão é na verdade para você).
- Leia o primeiro capítulo do seu livro favorito, se você não conseguir parar, leia o quanto conseguir.
- Saia de casa. Não importa o clima, mesmo que você só fique em uma varanda, mesmo que seja apenas por alguns segundos. O ar fresco queima a tristeza.
- Se alongue…
- Toque todas as suas cicatrizes e relembre seus aniversários, lembre-se de quão longe você veio.


O perdão é uma coisa pesada
é denso,
mas se propaga facilmente,
como tentar se amar,
com apenas uma memória embaçada do
tempo em que você sabia com o que
isso se parecia.
Perdoe a si mesma,
espalhe ao longo da sua pele,
deixe que seu perdão se transforme em você.


Você tenta amar seu corpo,
mas você não parece conseguir encará-lo
com os dois olhos abertos.
Você deseja apreciar suas
mãos,
mas é difícil apreciá-las
quando elas contribuíram tão
inteiramente para sua destruição
Essas são as políticas do seu corpo,
é normal não confiar em si mesma.
Mas eventualmente,
todos precisam se curar.


10 coisas que aprendi sobre perdoar:

  1. Perdoe cada pedaço de si mesma. Cada pedaço. Mesmo as partes de você que foram abandonadas por garotos insaciáveis.
  2. Quando você não consegue dormir e seu corpo está implorando para que você se acalme, lembre de como sua mãe lutou por você. Lembre de suas lágrimas, lembre do seu peito rígido e de cada golpe que ela levou da língua ferina do seu pai.
  3. Beije suas próprias mãos. Não fique zangada consigo mesma por causa de homens que nunca poderiam ser gentis com seus próprios dedos.
  4. Quando alguém disser que você é emotiva, agradeça. Agradeça por reconhecerem a parte de você que reconhece Deus.
  5. Beba água, seu corpo sempre vai aceitar esse pedido de desculpas.
  6. Você nunca vai (totalmente) esquecer.
  7. A cura é divina. Aceite isso graciosamente.
  8. Perdoe-se por ser fraca por baixo do peso dele, ele é um homem que carrega uma bagagem de 4 gerações.
  9. A manhã traz um novo dia, novas oportunidades para serem perdoadas
  10. Cultivar amargura dentro de você só fará com que você se transforme em um campo de tristeza.

Key Ballah é uma poeta que vive em Toronto. Sua escrita é influenciada por autoras como Warsan Shire e Nayyirah Waheede. Em seu livro, Preparing my daughter for rain, ela fala sobre cura, perdão, amor, fé e suas vivências enquanto uma mulher negra e muçulmana em meio a uma sociedade ocidental, patriarcal e racista.


Se você gostou dessa tradução, clique em “❤” , recomende para outras pessoas! Também aproveite para assinar minha newsletter:http://tinyletter.com/taisbravo