Como montar um cronograma de estudos para o ENEM 2018?

Estar organizado é imprescindível para dar conta de todo o conteúdo até o ENEM.

por Fernanda Oliveira

Vida de estudante, por si só, não é fácil. Agora imagina estudar para o ENEM, trabalhar, fazer cursinho, ir para o colégio, ajudar em casa, malhar, comer bem, dormir 8h por noite, treinar redação, fazer exercícios, assistir videoaulas, tirar dúvidas… Sem organização, seria impossível fazer tudo isso!

Para lhe ajudar na empreitada rumo ao #TopoDoENEM, separamos as melhores dicas de organização e elaboramos este passo-a-passo para montar um cronograma de estudos perfeito para você! Baixe aqui o nosso modelo lindão de cronograma e vamos começar!

1. Conheça sua rotina

Comece preenchendo seu cronograma com todas as atividades fixas que você faz ALÉM de estudar para o ENEM: ir para a escola, trabalhar, fazer algum curso, dormir, comer, tomar banho, etc.

2. Estabeleça horários para cuidar do corpo e da mente

Não, você não entendeu errado: ANTES de definir seus horários de estudo, separe um tempinho para você! Netflix, meditação, exercícios físicos, passeios, festas, tempo com a família e amigos, etc.

3. Abra espaço para imprevistos

Determine horários fixos para suas atividades, mas tenha também períodos que possam ser flexibilizados caso algo aconteça fora do planejamento.

4. Defina seus horários de estudo

Com seus horários livres em mãos, defina quais daqueles períodos você quer e pode estudar, levando em consideração que você tem outras tarefas e não é uma máquina programada só para estudar.

5. Organize os conteúdos:

Lembra daquele post sobre o conteúdo que cai no ENEM? Agora que você já tem isso organizado em um lindo checklist, você precisa encaixar esses conteúdos no seu cronograma.

Pra facilitar, faça uma lista de dificuldade com essas matérias: ordene as matérias da que você tem maior dificuldade até a de menor dificuldade. Para as matérias que você tem mais dificuldade, você já pode planejar um período maior de estudos; para as de menor dificuldade, você programa um período menor de estudos.

Coloque as matérias mais difíceis nos seus períodos de maior produtividade. Já as mais fáceis, as que você mais gosta, coloque nos seus períodos de aquecimento, quando você não está assim tão disposto e motivado.

6. Especifique o que estudar

Só “estudar” é muito amplo! Especifique o quê exatamente você vai fazer: assistir X videoaulas de história DEPOIS fazer um resumo DEPOIS resolver exercícios daquele conteúdo e, no final do dia, preencher o diário de estudos.

Seja específico também quanto aos conteúdos que vai estudar de cada matéria e ao número de exercícios que vai resolver: “estudar história > 2ª Guerra Mundial”; “resolver 20 exercícios de Matemática Financeira”.

Mas não esqueça:p ara que os conteúdos façam sentido na sua cabecinha, é preciso seguir uma sequência lógica/cronológica. Não adianta querer começar de trás pra frente! Nossos Planos de Estudos, por exemplo, são bem organizadinhos e podem ajudar se você não souber por onde começar.

7. Insira atividades relacionadas aos conteúdos

Não tá na vibe de estudar? Planeje no seu cronograma atividades que se relacionam com os conteúdos que você precisa estudar: ler jornais e sites de notícias, ver filmes ou jogar videogame, ver vídeos do MundoEdu

8. Ajuste seu cronograma semanalmente

Não adianta fazer um cronograma lindo para o ano inteiro e nunca seguir ele. É melhor fazer um por semana e ir ajustando à sua realidade sempre que necessário. Coloque no cronograma de cada semana uns minutinhos para fazer um review do que aconteceu e planejar a semana seguinte.


Depois de fazer seu cronograma, não esqueça de postar uma foto, marcar a gente no Instagram e contar como você se organiza para estudar! ❤