O que é gamificação

Entenda como funciona a gamificação, seja ela aplicada a educação, marketing ou no engajamento de funcionários.

A gamificação nada mais é que a aplicação do conceito de jogos nas rotinas de outras áreas da vida, como, por exemplo, no ensino, no trabalho e em ações de marketing. Ela serve basicamente para engajar as pessoas em suas tarefas, levando-as a atingir e superar metas.

Daniel Burrus já usava o termo lá nos anos 80, apesar de ser um pouquinho diferente: gameification. Já o termo como é conhecido hoje em dia, gamification, só foi ser usado por no início deste século.

A gamificação foi muito bem aceita na área de educação, pois viu-se uma maneira de engajar os estudantes no processo de aprendizagem. A TalentLMS fez uma pesquisa com estudantes a respeito de tais técnicas, mostrando que cerca de 80% deles declararam que seriam mais produtivos se suas universidades ou instituições de ensino aplicassem o conceito de gamification.

A gamificação nas empresas

Não apenas as universidades e escolas fizeram uso da gamificação, as empresas de treinamento e capacitação também aderiram ao conceito para facilitar o ensino nas organizações, tornando-a conhecida também no mundo empresarial, em especial para a gestão de pessoas e para ações de marketing.

Mas o que é gamificação na empresa? Muito simples, ela se utiliza de estratégias de interação sociais, conquista de status, recompensas e feedbacks imediatos, permitindo que haja entre os funcionários, estudantes ou clientes um clima saudável de competição.

A experiências com a gamificação têm sido tão positivas que, segundo estudo feito pelo Gartner, das 1000 companhias globais pesquisadas, 40% têm usado a técnica para a aperfeiçoamento de suas operações.

Engajamento de funcionários

Pense, por exemplo, numa fábrica de chapas de vidros onde, em média, 50m² de vidro são perdidos todo mês devido a quebras acidentais. Os líderes, tendo em vista a otimização de recursos, querem diminuir esse número. Seria um caso ideal para se aplicar a gamificação, isto é, incentivar os trabalhadores por meio de recompensas a serem mais cuidadosos no manejo do material.

Recompensa não necessariamente envolve valores ou prêmios. A recompensa pode vir em forma de um dia de folga para os integrantes da equipe vencedora, um almoço especial, etc. O importante é criar uma dinâmica de um campeonato entre os setores, a fim de atiçar a competição em pró de um objetivo útil para a organização.

A gamificação tem esse caráter de baixo custo, mesmo, sem ter premiações exageradas, pois a finalidade não é de ganhos para complemento da renda dos funcionários, como é o caso das comissões de venda. O propósito da gamificação é, de maneira leve, estabelecer uma atmosfera de estímulo a melhoria das métricas das equipes.

NewAgent o que e gamificação empresas

Processo de aprendizagem

Um caso famoso sobre a aplicação da gamificação na área da educação — apesar de se tratar de um aplicativo — é o do app Duolingo, ele propõe aos usuários estudarem uma nova língua por meio de um processo de aprendizagem totalmente gamificado.

Após o usuário se cadastrar, escolher o idioma e, a partir de teste, definir um nível de conhecimento, ele começa a participar de desafios para acumular pontos dentro da plataforma.

Em cada seção o aluno possui um número de corações que representa a sua vida, a cada questão que ele errar, um coração é perdido. Caso ele venha a perder os corações, ele terá apenas uma chance, se errar, vai ter que recomeçar a seção.

Esse método prende o interesse do estudante, fazendo com que ele se sinta desafiado e recomece o jogo. Com o passar das aulas ele vai fazendo progressos sem perceber, isto graças à interação com o aplicativo e sua jogabilidade.

Ações de marketing

Com a finalidade de incentivar os motoristas a andarem dentro do limite de velocidade, o americano Kevin Richardson bolou um experimento gamificado: instalou um radar para identificar os carros que passavam dentro do limite de velocidade, sendo que, posteriormente os motoristas destes carros recebiam um bilhete de loteria.

O radar também identificava os motoristas que passavam acima do limite de velocidade, o que permitiu calcular o valor total das multas aplicadas durante o experimento. Este valor foi então convertido num prêmio de loteria e sorteado para os motoristas conscientes que haviam recebido um bilhete.

Aproveitando a ideia, a Volkswagen decidiu fazer o mesmo numa via muito movimentada em Estocolmo, na Suécia, num período de três dias. Graças ao experimento, a velocidade média caiu 22% no treco onde o radar foi instalado. Confira o vídeo:

As vantagens da gamificação

A gamification, além do baixo custo de implantação, apresenta cinco benefícios que justificam sua aplicação: interação, trabalho em equipe, motivação, dados e melhorias. Entenda o que são esses itens:

Interação

Por ser um sistema que envolve placar, ranking e pontuação, ele promove a interação entre as pessoas envolvidas no “jogo”, isto é, um buzz a respeito de quem tem mais ou menos pontos. Vale lembrar que toda a interação em pró de um objetivo, vem com troca de conhecimento e fortalecimento de relacionamento.

Trabalho em equipe
 Quando um objetivo é estabelecido para um grupo de pessoas e elas têm feedbacks imediatos a respeito que como estão indo, elas tendem a se unir e trabalhar de maneira mais sinérgica, promovendo o verdadeiro espírito de equipe.

Motivação

As pessoas se motivam muito mais por recompensas do que por medo de punições. Por isso não é possível forçar alguém a estar verdadeiramente motivado, seja no trabalho, nos estudos ou na compra de um produto e é neste ponto que a gamificação se mostra importante.

Dados

Para acompanhar o desempenho e evolução dos “jogadores”, a gamificação se utiliza de métricas — também chamado de pontuação — , assim é possível montar um placar com o desempenho atual das pessoas ou das equipes e o quanto ainda falta para elas alcançarem o objetivo proposto.

Melhorias

Com a mensuração da performance e dos resultados de cada participante, já dá pra estabelecer um novo objetivo para melhorar os números, tendo como base a pontuação alcançada. A gamificação permite as pessoas entrarem num ciclo de melhoria, levando-as a superar suas próprias marcas.