3 Motivos para Você Largar o seu Banco

Você está escolhendo dar dinheiro a eles

Há gente que não acredita em almoço grátis. E há outras, como eu, que acreditam que com gana e jeitinho seu almoço pode pelo menos sair com um belo desconto.

Faz algum tempo, quando meu portfolio de investimentos ainda era uma ideia embrional, eu ouvi falar de conta digital. Isso, conta bancária mesmo. Aquela que para movimentar você precisa ir ao lugar famoso por dar mais cabelos brancos do que filho na puberdade.

Imagino que você já saiba como é: tem lá sua agência, eles ficam na deles e você fica na sua. De tempos em tempos seu gerente resolve dar as caras para te oferecer uma aplicação com um retorno incrível — só que daqui a 8 anos.

Quem nunca encarou filas quilométricas? (foto: Pexels.com)

Daí você lembra da omissão das pessoas de lá. Lembra de umas poucas e boas que, não só você, mas vários conhecidos também passaram devido ao mau serviço e à falta de empatia nos bancos.

Vem à memória também cada vez que você tentou passar pela porta giratória e ela te impediu — tem-se então aquela imagem de você se perguntando “Por que mesmo eu sacrifiquei minha valiosa hora de almoço para vir aqui?”

Ah, mas você só usa Internet Banking?

Ok. Então, por que cargas d’água você aceita pagar tantas taxas se sequer usa o serviço físico do seu banco? (No link você vê o clusterfuck que é movimentar uma conta em um banco grande)

(Retirada de Pexels.com)

Quando eu comecei a estudar para entrar no mundo das criptomoedas (vou falar disso depois, fiquem de olho), vi a conta digital ser mencionada muitas vezes. “Você vai querer uma” diziam “na hora de fazer transferência bancária para a corretora e vir no seu extrato o valor a mais do DOC/TED”.

De início eu titubeei, admito. Não estava com paciência para passar pela burocracia de gerar novos dados bancários.

Mas dei o braço a torcer. E descobri, entre outros, as 3 maravilhas que vou contar abaixo.

Não paga DOC e TED

Isso mesmo. Com a conta digital você não paga TED (Transferência Eletrônica Disponível) nem DOC (Documento de Crédito). Não lembra bem o que são essas coisas?

Elas são basicamente as taxas chatas entre R$7,40 e R$17,40 (até onde minha pesquisa foi) que os bancos têm quando você faz uma transação entre instituições bancárias diferentes.

A partir do momento em que você abre uma conta digital, isso morre. Pagar o Kit Festa infantil ou aquela reforma do mármore da cozinha fica só pelo preço do serviço. Sem surpresas, sem nada a mais.

Vamos supor aqui que você faça 5 transferências entre bancos diferentes por mês. Nossa taxa considerada vai ser de R$ 13,00.

13 x 5 = 65.

65 pilas por mês só em taxa? Não, vou muito bem com minha conta no app, obrigada.

Gerar boletos

Eu, particularmente, acho isso muito prático. Você pode depositar o dinheiro em cédula na sua conta gerando um boleto em que você escolhe a data de vencimento. Quando precisar manipular dinheiro em cédulas, dá para jogar isso na sua conta até através de lotérica. De quebra, ainda faz uma fézinha — para os que gostam, porque eu passo.

Dica da autora: se você presta algum serviço, gerar boletos de um jeito fácil vai se mostrar ridiculamente útil.

Sacar em Banco 24h infinitas vezes. De graça.

Esse ponto fala por si só — e imagino que agora você deva estar sorrindo de orelha a orelha. Não há taxas para saque em bancos 24h e esses saques podem ocorrer sempre que te der na telha. Quer pagar a pizza da pizzaria da esquina que não tem máquina de cartão ainda? Use o 24h.

Está voltando tarde de algum barzinho e esqueceu de sacar o dinheiro da passagem? Aposto que o 24h está lá.

(Retirada de Pexels.com)

Se você ainda não tem, deveria considerar ter uma conta digital. Queria dar ênfase aqui de que isso é uma opinião pessoal, advinda da minha experiência até agora. Não vou nem citar o banco que eu uso, vou deixar vocês pesquisarem e tirarem as próprias conclusões. Google for “Conta Digital”.

Digo que só tem facilitado a minha vida nesse mundo corrido de dinheiro indo e vindo — há males que vêm para o bem, há bens virando males e, bem ou mal, estamos em um mundo de bens. Seja lá qual for sua relação com dinheiro, recomendo que ao menos pense nas vantagens de encaixotar uma instituição financeira inteira no seu smartphone.

Aproveite sua vida sem dar dinheiro (desnecessário) a banco. Vai por mim — isso deixa seu extrato bem mais leve no final do mês. E ainda tem aquele gostinho debaixo da língua de não dar dinheiro a nenhum titã financeiro.


Costumo escrever sobre finanças e novidades do mercado — se você se interessa minimamente pelo assunto e gostou do que leu, é só clicar aqui para receber meus e-mails (que são poucos, porém relevantes, prometo).