A idade é só um número que não sabemos calcular

Deveríamos encontrar um meio termo nessa questão de idade.

Fotografia por Annie SprattUnsplash

Há pessoas mais novas que nós e nos magoam e desapontam e outras mais velhas que acreditamos em sua maturidade e mesmo assim nos traem.

Acredito que esse negócio de idade, apenas representa o quanto estamos durando, já que a morte é certeza para todos. Esse número em nenhum ponto determina como enxergamos a beleza da vida ou em como aproveitamos cada minuto dela.

É muito desumano dizer que uma pessoa é mais madura apenas pelo fato dela ter acumulado mais anos de vida ou que é imatura inversamente pelo mesmo motivo.

A maturidade reflete o quão intensamente nós vivemos. Não está necessariamente relacionada a extensidade (anos de vida).

Maturidade demonstra quantas vezes conseguimos levantar depois de ter caído, quando demos a volta por cima depois de traídos e em como somos adultos com a essência de uma criança.

Imaturidade é sobre quando falamos como verdade algo que nem nós acreditamos, quando falhamos com o outro e não nos desculpamos e quando nos deixamos para caber no outro.

A idade é só um mero número que não sabemos calcular e insistimos em rotular algumas pessoas pela data de nascimento. Como se aquele número fosse de fato um mérito, como se o tempo passasse e a pessoa soubesse sempre o que está fazendo com a própria vida e o cargo que ocupa agora é justificável por um número de dois dígitos.

Ao longo da vida a tendência é aprendermos com os erros que cometemos, mas nem sempre. Há pessoas que não se enxergam e não enxergam no outro uma oportunidade de soma.

Tenha em mente que ao longo de uma vida pessoas te decepcionam por motivos indiferentes à sua idade. Isso só prova o quanto temos que romper com essa máxima de “mais idade mais maturidade”.

Não que não devemos respeitar as pessoas mais velhas mas também considerar as mais novas e outras independente do número que carregam. Que possamos nos permitir a enxergar as diferentes visões de mundo, a beleza em lidar com as incertezas e a força de vontade em aprender depois de algumas quedas.

Não se sinta inseguro, peça por menos número mais visão de mundo.