A lei da Inércia e as eleições goianas

Palácio das Esmeraldas, sede do governo Goiano — Marsou Engenharia

A primeira lei de Newton diz que “Todo corpo permanece parado ou em movimento constante, a menos que uma força sob ele seja aplicada”. A eleição goiana vem obedecendo fielmente à lição do físico inglês.

Pesquisa O Popular/Serpes para o Governo de Goiás, divulgada em 26/8/2018, aponta o mesmo de sempre: Ronaldo Caiado (DEM) disparado com 40,3%, abrindo 30 pontos de vantagem sob o governador peessedebista José Eliton, candidato à reeleição, que aparece com 10,1, e sob o deputado federal Daniel Vilela do (P)MDB pontuando 9,2.

Desde a primeira rodada, ainda em abril deste ano, as primeiras posições não se alteram. Houve, é verdade, oscilação positiva de Daniel e Eliton, que subiram em média 4 pontos. Isso pode ser facilmente explicado pelo fator exposição. Quando o jogo começa, os nomes passam a ganhar amplitude nas cidades. Com os comitês políticos instalados, a contratação de cabos eleitorais e o apoio de prefeitos, as discussões políticas adentram as mesas de bares e dos restaurantes. O desconhecido, passa a ser conhecido.

O mais interessante é que o democrata Ronaldo Caiado não oscila mais que 1 ponto desde abril. Mais conhecido da população goiana, Caiado é senador desde 2014 e foi deputado federal por 5 mandatos, o que lhe põe na frente dos adversários. Além disso, sua pecha de ferrenho combatente da corrupção e do Partido dos Trabalhadores (PT), fez criar uma imagem consolidada da sua personalidade, para o bem e para o mal.

O que parece haver, numa leitura das pesquisas do O Popular, é uma solidificação dos votos do democrata. A variação positiva dos demais candidatos não altera a percentagem do senador. O resultado da pesquisa espontânea é outro indicativo da atual situação de Caiado. Ele tem 19%, contra 4,9 de Éliton e 1,9 de Vilela.

Mas a Lei de Newton é clara, a permanência do corpo cessa com uma força externa capaz de modificar seu movimento.

Mesmo que tenhamos 10 dias de campanha e pelo menos 3 meses de cobertura intensa das articulações eleitorais, a propaganda no Rádio e TV e os debates eleitorais ainda não começaram. Na quinta-feira, ou dia 31, inicia-se os blocos televisivos. Nesse quesito, José Eliton terá maioria do tempo, seguido de Vilela e com Caiado em terceiro, praticamente empatado com a petista Katia Maria (quarta colocada nas pesquisas).

Já os debates na TV e no Rádio goianos estrearão na terça-feira, dia 28, com o encontro dos candidatos na TV Brasil Central, canal público do Estado de Goiás.

Resta a próxima rodada Serpes/O Popular nos contar se a força aplicada pela TV e pelos debates será suficiente para abalar os imponentes 40% de Ronaldo Caiado.