Como foi HARD o meu primeiro ano de imigrante.

Com as redes sociais nós podemos facilmente controlar o que publicamos de nossa vida e assim deixarmos que saibam apenas dos melhores momentos e por muitas vezes damos a impressão de uma vida que não temos, agora quero expor a minha história nua e crua de como foi o primeiro ano na Inglaterra, apenas como forma de palavras para não esquecer tudo que vivenciei e aprendi e quem sabe ajudar quem já está passando por isso.

Para ficar mais fácil de explicar vou dividir em 8 capítulos:

1º O PLANO

https://www.instagram.com/p/5wjvhNi8op/

O meu plano era de abrir mão de tudo no Brasil para tentar uma vida diferente no exterior. Eu já sabia que meu inglês era muito básico, mas imaginava que seria o suficiente para me virar e por causa disso provavelmente teria que pegar bico em qualquer tipo de trabalho durante apenas os primeiros meses, já que provavelmente não seria difícil encontrar trabalho de Designer na Inglaterra.

2º O NOVO MUNDO

Quando cheguei na Inglaterra, tudo era mágico, diferente e novo. O simples atravessar a rua e ter que olhar para o lado contrário, que olhei toda a minha vida, já me lembrava de não estar mais no Brasil. Dentre todas as histórias que vivi posso resumir que conheci muitos lugares bonitos e vi coisas que nunca havia imaginado, eu era como uma criança descobrindo um mundo novo.

3º A REALIDADE

https://www.instagram.com/p/zaav47i8tb/

Mas com as alegrias também vieram as decepções, descobri que não sabia falar BULHUFAS de inglês, e com isso soube como é ruim a sensação de ser incapaz de se comunicar, ficava nervoso só de pensar em ir sozinho no mercado quem diria então atender o telefone.

4º O PLANO B

Por falta do inglês e a espera de documentos tive que pegar bicos para poder pagar as contas, cheguei a ter 5 tipos de trabalho durante a semana e alguns dias trabalhava em 3 lugares diferentes, o primeiro começava às 5am e saía do último às 10pm. Além disso durantes meses trabalhei de segunda a segunda.

Os trabalhos que tive foram: 1 (jardinagem), 2 (faxineiro de mercado), 3 (faxineiro de oficina mecânica), 4 (motorista para entrega de pacotes tipo correios), 5 (motorista para entrega de comida chinesa) e 6 (auxiliar de obra).

5º CONQUISTAS

https://www.instagram.com/p/1TZQhdi8gW/

Eu sou brasileiro e não desisto nunca, mesmo trabalhando que nem um condenado, entrei para a escola de inglês e assim que meu inglês melhorou comecei a mandar currículo para tudo quanto é lugar, durante 2 meses apliquei para mais de 60 vagas, mas que digamos por sorte fui contratado na minha primeira entrevista. :)

6º GRATIDÃO

Bom, compartilho tudo isso não que eu tenha sido uma excessão ou queira me fazer de vítima, pois isso geralmente acontece com qualquer pessoa que vem pra Inglaterra tentar a vida na sorte. Eu, no final das contas, consegui voltar a trabalhar na minha área, mas há muitas pessoas que vivem essa realidade ainda, eu só queria demonstrar meu respeito e gratidão por todos que conheci e agradecer pela parceria e companhia!

7º APRENDIZADO

https://www.instagram.com/p/5jjNbrC8nq/

Dentre tudo que vivenciei, aprendi a não ter medo de qualquer tipo de trabalho e acima de tudo respeitar mais ainda qualquer um deles, pois, no final, todos somos iguais e ninguém é maior do que ninguém.

8º FINAL

Trabalhei bastante, mas também vivi muito bem! Só Gostaria de alertar pra quem pensa em vir pra Inglaterra: esteja preparado para trabalhar duro, pois o início geralmente é bem difícil, mas se você tem um sonho não perca o foco, pois uma hora você vai conseguir!

Mantenha o foco e lute por o que você sonha!

SAUDADES

E se por acaso você se arriscar em algum tipo de jornada como essa e bater saudades do Brasil, eu recomendo escutar essa playlist, sempre me ajuda!

:)

Obrigado por ter lido até aqui! E você está vivendo um perrengue desses também? Se for muito fácil não tem graça né? haha