Photo By Chris Benson (https://unsplash.com/@maui354)

Newsletter | mmoura.net | behance.net/mmoura | linkedin.com/in/mmmoura

Escola sem design

Por que não ensinar design gráfico nas escolas?

Atualmente, sobretudo por conta do meu trabalho, tenho contato com trabalhos escolares de diversos alunos do ensino fundamental. São documentos em Word e Power Point de diversas matérias e conteúdos variados, mas com um ponto em comum: o descaso com o grafismo.

Não estou falando apenas sobre serem ou não esteticamente atraentes. Refiro-me a falhas graves com relação a legibilidade e funcionalidade, a ponto de comprometer a compreensão do conteúdo.

O foco do ensino nas escolas recai sobre o conteúdo apenas. A apresentação não “vale nota”, pois, como não é ensinada, não pode ser cobrada, deixando a impressão de que está ok dessa forma e não há mais nada o que se fazer.

Acredito que a própria percepção do design gráfico pelos adultos em geral é severamente afetada, pois ninguém ensina às crianças a se comunicarem visualmente. Crescem sem discernimento, tendo que, posteriormente, desenvolver isso por conta própria e, em muitos casos, nunca desenvolvem, pois já não percebem a diferença entre o que é bem feito e o que é mal feito.

Essas crianças crescem e fazem coisas assim:

(Paulo Lisboa/Brazil Photo Press/Folhapress)

Receber noções de design gráfico no ensino fundamental pode ser um grande aprimoramento na forma como as crianças se expressam, otimizando a sua comunicação, além de ajudar na construção do seu repertório visual e no seu interesse pelas artes. Aprender sobre alguns fundamentos como cores, tipografias, hierarquia ou grids, por exemplo, contribuem na construção e eficácia de qualquer trabalho ou apresentação escolar.

Esse aprendizado seria levado e aplicado também na vida acadêmica e na profissional, pois um indivíduo que se expressa bem visualmente tem um diferencial perante aos demais, pois consegue ter mais objetividade, organização e clareza.

Sendo assim, acredito que, se em algum ponto do ensino fundamental os alunos recebessem noções básicas de design gráfico e, posteriormente, fossem cobrados e avaliados por isso, teríamos trabalhos e apresentações muito mais eficientes e atrativos, além de formarmos cidadãos mais educados e críticos visualmente.

Seria bom, não seria?