Neste Carnaval, eu torci pela Mangueira 2019
Mayara Santos
1031

Mangueira não chamou família de Marielle

Não basta cantar samba enredo, é preciso entender o enredo

Luyara Santos, filha de Marielle
Segundo o pai de Marielle, Antonio Francisco da Silva Neto, em nenhum momento a família recebeu qualquer convite para participar do desfile da verde e rosa.
“O nome da Marielle consta nos samba enredo da Mangueira, mas ninguém da Mangueira veio falar com a família de Marielle. Para o pessoal da Mangueira, a família da Marielle é a ex-companheira e o pessoal do partido [Psol] porque nós não fomos a nenhum ensaio da Mangueira. Nós não tivemos participação nenhuma, ninguém nos procurou”, disse.


Ao GLOBO, o carnavalesco da Mangueira, Leandro Vieira, explicou que, como a Vila Isabel chamou primeiro a família da vereadora para o seu desfile, ele entendeu que a verde-e-rosa não deveria fazer um novo convite, já que a convocação poderia gerar desconforto entre as agremiações. No entanto, causou entranheza aos pais o fato de ver a viúva de Marielle, Mônica Benício; o deputado federal Marcello Freixo e o vereador Tarcísio Motta, ambos do PSOL, no desfile da Mangueira.

Quando uma mãe vai embora…A saudade toma conta e não tem mais volta! Ainda mais quando sua partida é de forma tão violenta! #mariellefrancoseu nome se tornou frase de efeito, muita gente que nunca a conheceu grita alto e estampa no peito! Virou moda usar a #mariellepresente …Algumas pessoas fizeram da dor grife! Para sua família (mãe, pai, filha, esposa, irmãs) as lembranças amenizam o sofrimento, mas não trazem de volta quem um ato covarde, milimetricamente pensado, tirou da vida, de casa, da militância…Marielle entrou para história! Sua luta virou herança e suas palavras uma convocação para luta cotidiana! E ela ainda deixou uma semente: sua herdeira direta! Sua filha…ela que chora em silêncio e que aos poucos vai sendo esquecida! Para ela, talvez, ouvir #mariellepresente acalente, mas não traz de volta sua MÃE! Sim! Uma mãe…A filha… @luyarafranco silenciosamente vai se reestruturando…no meio da sua juventude viu sua mãe ser assassinada (como foi duro digitar essa palavra) e ela ficou sem a presença física de quem te deu a vida e corre o risco de ser esquecida como a herdeira viva da mulher que Morreu lutando para que mulheres negras, lésbicas, negros, pobres, sem terra, sem teto, gays tivessem o direito ao dia seguinte! #mariellevive como legado, inspiração e referência. Já Luyara resiste! Simboliza e retrata a vida de varias pessoas negras que precisa lidar com a morte desde cedo e mesmo assim seguir em frente! Não basta cantar samba enredo, é preciso entender o enredo que nos mata fisicamente, psicologicamente e emocionalmente. Nos invisibilizam até a gente não existir mais…Mas não cantaremos nossas dores, converteremos em combustível para mudar o rumo da história e garantir que novos corpos pretos não virem moda! #mariellepresente #carnaval2019 #familia#amor #luta

Realmente espero que a @mangueira_oficial e o @_leandrovieirarjexpliquem essa história. Ganharam o título, mas não dormimos no ponto. O que sabemos é que Leandro disse que não chamou parte da família pq sairiam em outra escola. Fato que não faz sentido. Pois pessoas saem em mais de uma escola. Inclusive nesse carnaval teve gente saindo na Mangueira e em outras. Agora Pablo Brandão, vice presidente da escola me dá essa fala absurda no jornal. Sendo que em entrevista pra @bbcbrasil a própria viúva de Marielle disse que morava com ela e com sua filha!
Vou continuar denunciando, isso é uma vergonha. Ao menos a filha deveriam ter chamado, essas desculpas são ridículas. Pessoas do PSOL estavam, a filha que morava com ela não. Se o critério é quem morava, então pq a filha ficou de fora?
Não quero discutir se a escola foi boa ou não. Queremos falar disso, dessas desculpas absurdas e parte dos que se dizem empáticos a morte de Marielle não questionando pq a filha dela não foi chamada. Isso é terrível.