Não haverá outro Pokémon GO. Desista!

Aproveite e conheça outros apps que podem te inspirar mais

Pokémon GO é o tipo de fenômeno cultural impossível de reproduzir. Menos de dez dias dias após seu lançamento, a permanência das pessoas no game da Nintendo já supera o tempo gasto em Facebook, WhatsApp e Instagram nos três países onde foi lançado: Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia.

Mais: Pokémon GO já bateu o Tinder em número de downloads e é questão de horas para que ultrapasse um dos gigantes digitais, o "veterano" Twitter.

Este é o tipo de produto cultural capaz de romper certos paradigmas — suas aplicações atravessam as fronteiras do entretenimento e começam a ganhar outros rumos. Empreendedores que habilitaram a função "módulo de atração" no game atraíram pokémons em seus estabelecimentos e, com eles, mais e novos clientes.

Todo o buzz gerado em torno do game da Nintendo tem todos os méritos. Mas procurar reproduzir o caminho de ouro de seus acertos — estratégia que deve estar na cabeça de empreendedores digitais e em 11 de cada dez agências de publicidade no mundo — mostram duas coisas: o quanto estamos ansiosos em construir o próximo Facebook e a ausência de referências mais fortes que trabalhem bem o binômio entretenimento-tecnologia.

Relax & Enjoy

Pokémon GO é impossível de ser reconstruído por sua maior fortaleza: a singularidade de seu universo. Desista! Suas condicionantes de sucesso são tão específicas que poucos são os ecossistemas de entretenimento que poderiam ser emulados na mesma intensidade — talvez Star Wars ou Game of Thrones.

Pokémon é uma animação consagrada há mais de duas décadas, com uma forte e consolidada franquia de games dentro de uma (antiga) gigante do ramo do entretenimento, a Nintendo. Fatores que ajudaram muito a impulsionar o app. Foi a comunidade e seu alto grau de engajamento que construíram parte do caminho de ouro. Outro fator: é uma audiência criada e familiarizada com o ambiente digital, que consome e se relaciona dentro desse ecossistema.

Logo, não foi só a tecnologia que determinou o sucesso do game. E estes fatores não são tão únicos que são muito difíceis de serem recombinados. Em vez de procurarmos o próximo Pokémon GO, que tal experimentar outros apps que podem nos inspirar a criar um novo fenômeno cultural?


PRISMA

Nova febre dos apps de fotografia, ele adiciona um filtro nas suas imagens com uma pegada mais artística. Com a mesma facilidade de uso do Instagram, você deixa suas fotos com cara de Roy Lichtenstein ou Mondrian.


MOUNTAIN VALLEY

Desde que apareceu em um dos episódios de House of Cards, o game explodiu nas lojas de aplicativos. E seus méritos vão além da estratégia de product placement — o envolvente storytelling conta a história de uma princesa que deseja resgatar cristais em labirintos formados pelas famosas Escadas Escher. Você precisará estar bastante atento para descobrir que caminhos percorrer. A barreira para sua popularização é o preço do app.


GOOGLE SPOTLIGHT STORIES

Mais uma iniciativa do Google em Realidade Virtual, esta promete ser a próxima onda dos aplicativos móveis. O app usa o acelerômetro e o giroscópio de smartphones e tablets para ajudar a contar as histórias em óculos RV e Google Cardboard. Prova de que a Realidade Virtual é o novo 3D: o trailer de Tarzan foi todo produzido dentro desta tecnologia