Photo by Clem Onojeghuo (https://unsplash.com/@clemono2)

O designer como peça fundamental no processo produtivo

Finalmente assisti “Design Disruptors”

Matheus Moura
Feb 9, 2018 · 3 min read

O Meetup #4 do IxDASJC, realizado no dia 7 de fevereiro de 2018, na Quero Educação em São José dos Campos-SP, ofereceu aos participantes a oportunidade de assistir ao documentário “Design Disruptors” produzido em 2016 pela Invision.

Já venho “namorando” esse documentário desde o seu lançamento, entretanto, só agora aconteceu uma exibição por perto e não perdi a oportunidade.

Não sabe do que estou falando?
Veja o trailer:

O documentário fala diretamente com os principais designers de UX (User eXperience) e produtos digitais dos maiores players do mercado, entre eles: Facebook, Twitter, Netflix, Pinterest, Airbnb, Spotify, Google Ventures, Lyft, Dropbox, Evernote e por aí vai.

O foco do filme recai sobre a importância do design no desenvolvimento de produtos digitais e sobre o crescente protagonismo do designer como figura imprescindível no processo de realização de um projeto.

Retrata a mudança de postura de diversos profissionais que acreditavam que a sua mais valia estava apenas na “arte”, no pixel perfect, na estética e nas ferramentas gráficas e que passam a ver que o poder do design está na solução de problemas. Está em facilitar a vida das pessoas e em criar experiências agradáveis entre o usuário e o produto.

Deixa clara a distinção entre arte e design, onde a arte não precisa fazer sentido ou resolver algum problema, e o design está na posição inversa.

Esse posicionamento mostra o design como um processo em evolução constante, onde novas formas de resolver problemas brotam a cada momento. Dessa evolução e persistência surge a disrupção, onde é possível uma descoberta tão grande que quebra paradigmas e muda as regras do mercado.

Apresenta um mercado super competitivo, onde o design determina o sucesso de um produto baseado na construção de ferramentas centradas em suprir necessidades humanas e cria espaço para um designer ativo e participativo, que está integrado em diversas fases do projeto e conhece o negócio em que está inserido.

O designer sai da frente do computador e assume seu papel como empreendedor que toma decisões e que dá a cara a tapa. Mostra o design como a ferramenta capaz de ligar a complexidade tecnológica à simplicidade das relações humanas.

Um documentário bem construído, que entrevista pessoas relevantes e que tem algo a dizer. Não chega a ser profundo mas também não se propõe a isso.

Comprova que a realidade do velho designer amarrado a layouts e ferramentas gráficas é ultrapassada. Gosto pessoal e achismos não tem vez quando existem testes e métricas. Design é feito por seres humanos para seres humanos.

“Design Disruptors” é inspirador pois mexe com o comodismo. Demostra que com atitude e pró-atividade, designers conseguiram conquistar seu lugar ao sol e creditar ao design a sua relevância merecida.

Posts relacionados:


NEW ORDER

Produção colaborativa de histórias e tendências para instigar você. Somos a primeira e maior publicação brasileira no Medium, vamos juntos?

Matheus Moura

Written by

Versado nas artes ocultas do inconformismo passivo e protesto indoor. Insatisfeito e inatleta. Designer, diretor de arte, sem noção.

NEW ORDER

NEW ORDER

Produção colaborativa de histórias e tendências para instigar você. Somos a primeira e maior publicação brasileira no Medium, vamos juntos?

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade