O que andam falando da Nossa Cidade?

O experimento de olhar para dentro

Vez por outra, recebo algo no email que me chama a atenção.

Dessa vez foi um artigo chamado “A arte de descrever um produto com uma sentença”. O argumento do sujeito é que não importa o quão bem você consiga descrever o seu produto, no final das contas importa como outras pessoas o descrevem.

No caso da Associação Nossa Cidade, isso é um desafio. Primeiro porque não somos um produto e sim um coletivo de pessoas. Segundo por que escolhemos criar uma organização de centro vazio, a definição disso é “fora de controle mas com segurança”, ou seja , como se descreve algo que beira o caos?

O experimento consistiu em perguntar para as pessoas de nosso grupo essas duas perguntas, em uma sentença:

O que é a Associação Nossa Cidade? / O que deveria ser?

E que ricas foram as respostas! Tirando pronomes e substantivando os verbos, temos a seguinte núvem de palavras para o que somos:

O que é a Associação Nossa Cidade

Você sonha com algo para sua cidade e um tanto de pessoas começa a te ajudar. (Renato Orozco)
Uma associação que ajuda as cidades pequenas a se desenvolver sem precisar se mudar. (André Delfino)
Um grupo incrível de pessoas voltadas para desenvolvimento humano em pequenas cidades. Usando tecnologias sociais. (Ênio Reis)
Uma entidade formada por pessoas dedicadas a desenvolver projetos de empoderamento/qualidade de vida, para pessoas de cidades pequenas. (Josélio Teixeira)
É uma entidade do terceiro setor, sem fins lucrativos, que congrega dezenas de tecnólogos sociais, e pessoas de boa vontade, as quais se dedicam voluntariamente ao desenvolvimento de pequenas comunidades. (Claudio Casaccia)
Associação que tem por objetivo o desenvolvimento da cidade, através da sociabilização de conhecimentos e do empoderamento dos envolvidos. (Fernando Henrique)
Empoderamento de pequenas cidades por meio do desenvolvimento humano utilizando tecnologias sociais com novos paradigmas colaborativos. (Evelyn Zajdenwerg)
Uma associação para empoderamento das pessoas das pequenas cidades, através da aplicação das tecnologias Sociais. (Tereza Raquel)
Sinto a Nossa Cidade como Associação para o Bem.(Wander Luiz Pio de Sena)
Vejo como um conjunto unificado de pessoas que centram em um projeto único a fim de igualar as condições e viabilizar melhorias nas cidades. (Bruce Silva)
O Nossa Cidade é um movimento que conecta pessoas que querem fazer a diferença nos lugares onde moram, sem esperar que ninguém faça isso por elas. (Nuno Arcanjo)
ONG que empodera munícipes na construção da boa qualidade de vida geral. (Eliane Maris)
Uma união de amigos que visam mudar a atitude nas cidades unindo seus moradores e comunidades. (Sandra Lutito)
É uma organização que reúne e articula pessoas interessadas em estimular o empreendedorismo social e geração de renda em pequenas cidadaes, a partir do compartilhamento de talentos, energias e tecnologias sociais. (Marcos Mudado)

Já sobre o que deveríamos ser, temos algumas revelações também. Negritei algumas palavras e não reproduzi os que repetiram a resposta de “o que deveria ser” com “que somos”, (o que aponta que estamos no caminho certo):

Maior (Josélio Teixeira)
Deveria ser uma entidade que promovesse projetos sociais em sintonia com pequenas comunidades, se valendo do imenso cadastro de tecnólogos sociais do seu quadro de associados, colocando-os profissionalmente em ação. (Cláudio Casaccia)
Deve ser um meio de transposição de uma realidade não-manifesta, porém, imaginada e desejada, para uma realidade manifesta. (Fernando Henrique)
uma sementeira para compartilhar conhecimentos que visam uma mudança social e incentive as pessoas a exercerem uma cidadania consciente.(Evelyn Zajdenwerg)
uma Associaçao onde a troca entre os associados acontecesse com naturalidade. (Tereza Raquel)
Uma unidade em cada cidade (Bruce Silva)
Está se tornando um movimento com pessoas, conhecimento e ferramentas adequadas para despertar e empoderar lideres entre as pessoas comuns que moram em cidades menores.(Nuno Arcanjo)

Destaco aqui alguns pontos que me chamaram a atenção:

  1. Remuneração dos tecnólogos, que sempre foi uma expectativa grande dentre os membros que trabalham com tecnologia social;
  2. Atuação em mais cidades;
  3. Aumento do impacto social;
  4. Maior troca entre os associados;
  5. Despertar e inspirar pessoas a se empoderarem.

O que somos e o que seremos depende de nós.

Mas sobre intenções e identidade, o Idéia Clara marcou um golaço com essa animação:

E aí? Quer contribuir para a pesquisa e nos dizer O que é a Associação Nossa Cidade? / O que deveria ser? É só colocar a sua resposta aí nos comentários. E para conhecer mais sobre a associação e quem sabe se juntar a nós, convido você a conhecer nossa fanpage e site.


Renato Orozco é idealista, empreendedor social , fundador e presidente da Associação Nossa Cidade, diretor-executivo do Nossa Cidade Solutions e curador da Awesome Foundation Minas Gerais. Também é um membro do Earth Citizens Organization.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.