Free Lace — Um e-commerce diferente de tudo que você já viu

Adriano Vieland e Vinícius Macedo — das áreas de UX e Tecnologia respectivamente — contam como foi o planejamento para entregar um projeto totalmente centrado na experiência do usuário

https://www.freelace.com.br/

Tudo começou há mais ou menos um ano. Nossa diretoria comercial marcou uma reunião com as equipes de user experience (UX), desenvolvimento e marketing para falar sobre a necessidade da criação de uma loja online voltada para fãs e colecionadores de sneakers, que, até então, era uma categoria de calçados que não tínhamos em nosso portfólio.

A principal exigência era que a loja precisaria evidenciar a manifestação cultural do público sneakerhead. O sneaker é parte de uma cultura urbana que nasceu nas quadras esportivas e invadiu ruas, praças, pistas de skate até os escritórios. Seu público vai desde jovens a adultos que são aficionados em produtos exclusivos, de séries especiais e colecionáveis.

Uma nova marca seria criada para atender essa demanda. E em setembro de 2018, nascia o e-commerce Free Lace, uma loja focada na venda de produtos e coleções premium de sneakers e vestuário da moda urbana das principais marcas mundiais especializadas no assunto, como adidas, Champion, Puma, New Balance, Converse, Fila, Saucony, Starter, Stance, entre outras.

Na fase de planejamento, nosso norte era entregar um projeto totalmente centrado no usuário, por isto, o projeto começou dentro do time do UX. A equipe levantou quais eram os objetivos, quais seriam os diferenciais em relação ao mercado, fez visitas técnicas às lojas físicas existentes para entender o funcionamento dos players atuais, tanto no Brasil quanto no exterior, e apontou o que teríamos de fazer para atingir este público. O trabalho de campo para entender como as pessoas se comportavam na venda foi importante para criar, no online, uma experiência que fosse — de fato — diferenciada.

Todo estudo de mercado resultou em um e-commerce que prima pela simplicidade e foca na imagem do produto. Isto porque as nossas visitas técnicas mostraram que os sneakerheads são extremamente exigentes e analisam cada detalhe dos tênis. Nas lojas físicas, esta experiência é no tato. Mas como fazer isto no virtual? A resposta que encontramos foi trabalhar com imagens em alta resolução, e produzidas pela nossa equipe, para garantir a qualidade e consistência visual. Logo definimos que o design minimalista e exclusivo, focado no produto, seria o grande diferencial do site. Além disto, desde o início pensamos em “mobile first”, ou seja, o site deveria ser responsivo para dispositivos móveis.

A questão das imagens em altíssima resolução trouxe o desafio de não deixar o site pesado, lento para carregar. Afinal, isso afetaria a experiência do cliente. Para isso trabalhamos com o carregamento das imagens em alta resolução por demanda e em background, utilizando features de resize e cache para entregá-las com a resolução adequada para cada device e de forma rápida.

Para esse trabalho foram feitos alguns testes e evoluções até chegarmos no resultado que queríamos e, para isso, foi muito importante termos profissionais com diferentes skills dentro do time de desenvolvimento, com desenvolvedores front e back-end, devops, QA e UX trabalhando juntos.

Além disso, as fotos são padronizadas: todas as imagens são produzidas pelo pessoal do nosso estúdio, seguindo um guideline que desenvolvemos.

Outro pilar foi o de conteúdo. Entendemos que deveríamos fornecer material informativo sobre os produtos à venda e falar sobre a cultura sneakerhead. O público que compra este tipo de produto o consome não apenas porque é bonito, mas porque cada modelo tem uma história. Por entendermos que seria fundamental atrelar o produto a um conteúdo rico, a plataforma já está preparada para ter um blog integrado, prevendo editoriais especializados, e isso abre possibilidades também para nossas outras lojas.

Desenvolver a loja Free Lace em nossa plataforma de e-commerce foi algo diferente de tudo que já havíamos produzido até o momento. Ela segue um novo padrão de páginas com outra experiência, um carrinho mais enxuto e clean, maior foco nos atributos do produto e funil de compra seguindo interfaces bem diferentes das quase 40 lojas que temos. Foi um desafio criar uma nova loja virtual sem reaproveitar alguns padrões que já tínhamos, principalmente em relação às fotos, em altíssima resolução.

Vale conferir a loja e ver, na prática, o resultado de alguns (vários) meses de trabalho!

Entre para nosso time