O dilúvio só dura 40 dias

Quantos de vocês que estão lendo esse post conhecem a história do dilúvio? É aquela história que Deus fala para Moisés construir a Arca, haha não foi Moisés foi Noé, pegadinha só pra descontrair. Então, hoje eu gostaria de falar sobre as tempestades da vida, pegando uma carona com o ultimo post, se você não leu, clique aqui para ler primeiro antes de continuar, no último post falamos sobre o medo e o que ele nos causa, hoje vamos falar sobre a tempestade ou aquele momento onde tudo está dando errado, onde parece que todas as suas tacadas parecem falhar, nossa esse sentimento de fracasso é horrível, quantas vezes me peguei soluçando de chorar achando que não dava mais, talvez você esteja assim, sem direção, sem fôlego, sem estima, mas eu quero falar de um cara bem legal que superou todos os seus fracassos, um cara bastante conhecido e muitas vezes citado por diversas pessoas, você o conhece ou pelo menos o seu produto, na verdade 90% das casas no mundo tem a sua marca, o nome desse cara é Thomas Edison, o que inventou a lâmpada, sabe esse luizinha ai no teto, ou esse pisca-pisca na árvore de natal, foi ideia desse cara, tudo isso aconteceu em 1879, Edison criou a primeira lâmpada elétrica. Para seu uso, ele desenvolveu um sistema elétrico completo de distribuição de luz e potência, incluindo geradores, motores, tomadas leves, caixas de junção, fusível de segurança, condutores subterrâneos, entre outros artifícios, o cara registrou mais de 2mil patentes de invenções e reza a lenda que esse cara foi uma das maiores provas de perseverança, sabe o porquê? Foram mais de 3000 tentativas, você tem noção de quantas vezes o sentimento de frustração bateu nesse cara? Eu não consigo imaginar, mas ele me inspira, se ele que tentou 3000 vezes não desistiu e no final ele conseguiu cumprir o seu objetivo, porquê eu vou desistir apenas na terceira tentativa? Persevere até o final, a tempestade vem ela até dá uma boa chacoalhada, mas seja como o coqueiro que enverga, vai até o chão, mas quando o vento passa, ele volta ao normal, com o peito estufado e com ar de vitorioso, porque não foi aquela tempestade que o derrubou, aprenda que a tempestade nos traz experiência, nos dá paciência, apenas continue, se mantenha que quando você olhar, nada mais vai enxergar, não tem mais vento, e a chuva acabou, agora só o céu limpo e lindo com milhões de oportunidades e possibilidades.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.