Você precisa aprender a fazer conteúdo (e a empreender) com as Irmãs Alcântara


Cabeça de marketeiro, comportamento de roteirista de TV e velocidade de Zuckerberg em A Rede Social. Essa tríade é a tradução mais rápida para a minha frase preferida da temporada, do sr. PJ Pereira:

“Think like a marketer. Behave like an entertainer. Move like a tech startup”

Pare pensar em qual delas você está se encaixando atualmente para produzir seus conteúdos.

Se você é só um marketeiro, está possivelmente seguindo a cartilha do inbound (e como gosta de cartilha essa galera) ou fazendo posts-panfleto pra timelines.

Se você é só um criador de entretenimento, tipo roteirista de TV, possivelmente é um creator fazendo coisas incríveis, muito preocupado com a audiência e pouco preocupado com o business.

Se é apenas o tio Zucka pistola com a galera de Harvard e vidrado no código, vai saber inovar rápido, mas dificilmente vai conseguir gerar boas conversas sobre sua marca.

Mas se você tenta ser a tríade, provavelmente você deve se parecer com as Irmãs Alcântara do Tudo Orna. É impressionante que sejam três, inclusive. A metáfora fica redondinha por aqui.

Se você ainda não conhece o Tudo Orna, provavelmente está prestando pouca atenção no que sua madame anda assistindo. As curitibanas de vinte e poucos anos já são donas de um blog referência na área de beleza e life style, que gerou uma marca de bolsas e acessórios, uma linha de maquiagem original, cursos de empreendedorismo e, agora, uma cafeteria.

Marca de bolsas, acessórios e maquiagem ORNA. Repare no canto inferior direito.

Elas então seguem (e talvez ditem) a tendência apontada pelo sr. Pereira. São grandes produtoras de conteúdo que trazem inspiração e entretenimento para seu público: os desafios da vida, dos relacionamentos, de empreender, as dicas de beleza. Estrategistas excepcionais, foram construindo gradativamente uma marca de bolsas baseada na ideia de exclusividade e escassez: esgotam itens de 1.200 reais em em pouquíssimo tempo. A parte startup da história já deve ter ficado clara: estão escalando sua marca em vários braços para seguir em crescimento sólido (para usar uma expressão delas).

Instagram @efeitorna que traz as dicas de empreendedorismo do trio

Pra se ter uma ideia do domínio espontaneamente planejado do trio em fazer conteúdo, uma delas criou um dos famosos (provavelmente um dos primeiros) “instagram de apartamento”, o Apartamento 33. Pois bem, um Instagram criado para mostrar a obra e a decoração do lar de uma delas virou um case que já conta com 40 mil pessoas em um grupo de Facebook.

Não se engane: quase tudo é pensado milimetricamente. Das cores das fotos que vão ser postadas essa semana no feed do Instagram, até a seleção de elogios testemunhais postados no Stories do curso Efeito Orna. Nada disso foi do dia pra noite e é evidente que ainda tem muito chão pela frente.

Tudo Orna é menos marca e mais gente conversando com você o tempo todo. Numa conversa criativa e clara, tem objetivo comercial, sim. Mas como ele é honesto e evidente, o público nunca se sente enganado. Na verdade, ele se sente encantado. E é isso que todo conteúdo deveria provocar.

Na narrativa das Irmãs Alcântara, elas param no caminho pra oferecer uma mãozinha. Quem as segue aceita ser guiado e vira protagonista da jornada que está vivendo — das dicas de beleza até a visão empreendedora.


Quer uma ferramenta para planejar seus conteúdos sem perder de vista os objetivos da sua marca? Clique aqui.