Eu (ainda) estou aqui

Eu caminho contigo,

E divido minhas garrafas vazias contigo,

E senti o peso do meu coração contigo, e dividimos o peso do coração juntos.

Sonhamos o mundo juntos, sonhamos nossos sonhos juntos.

O vento levou meu barco e meu barco ficou metade no porto dos teus sonhos,

metade no porto dos sonhos dos outros.

Neste momento me sinto impotente, mas dedicado.

Talvez, amigo, você não olhe mais no meu rosto como olhava antes.

Fico triste, camarada, fico triste.

Se ao menos houvesse algo que eu pudesse fazer que não um poema,

Para racharmos novamente aquela viagem à Santos ou ao fim-do-mundo,

Por favor, me diga.

Já deixaria de pesar a alma.

Certas vezes erramos,

Mas ainda temos o mundo todo nos nossos pés,

Eu

ainda

estou

contigo.

Neal Leon Cassady e Jack Lebris Kerouac, 1952. Foto de Carolyn Cassady.
Show your support

Clapping shows how much you appreciated Yuri Ferreira’s story.