Será que vale a pena?

Com todos os avanços tecnológicos, temos o nosso dia-a-dia em apenas um “click”. Somos parte de uma geração que tem tudo fácil e de forma prática, sem necessidade de nos esforçamos muito para conseguir uma informação, uma foto ou até mesmo um táxi. Com tamanha facilidade, pode se dizer que aquela paixão que já tivemos algum dia de procurar e conseguir tirar uma fotografia foi se perdendo.

Hoje, com um celular, tiramos fotos de alta qualidade, editamos na mesma hora e ainda conseguimos compartilhar com o mundo todo esse nosso trabalho. Não temos mais que revelar ou ter um estúdio e um equipamento de primeira, mas será mesmo que todo esse avanço está valendo a pena?

Acredito que, com toda essa facilidade, seguiremos um caminho em que, cada vez mais, perderemos a paixão, e com “paixão” me refiro àquele prazer e cuidado de tirar uma foto, esperar que seja revelada e analisar o resultado, em irmos até uma locadora, conversar com os atendentes e ganhar indicações, de ter aquele vinil, aquela sonoridade de época.

Com toda a facilidade que a tecnologia nos proporcionou fomos ficando mais rasos e, com isso, nos tornando pessoas mais frias, nosso contato físico está sendo deixado para trás.

Concordo que tais avanços têm seus benefícios, tudo está mais acessível, mais prático, mas em troca tiramos o emprego de um, fechamos o estabelecimento de outro, vamos perdendo um pouco do prazer dessas coisas a cada dia. Será que no final disso, depois de tudo, está valendo a pena?

Like what you read? Give Antonio Henrique a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.