Translucent Blades, da Grin, é prato cheio pros fãs de doom, sludge e stoner

O Inimigo
O Inimigo
Jan 20 · 2 min read

Fuzz e peso arrastado marcam novo trabalho da dupla

Por João Paulo Barros

Particularmente ainda acho que o Bandcamp é um bom lugar para garimpar coisas novas. Nessas da procura, achei uma coisa que havia me passado batido antes e me senti ligeiramente culpado por isso. Grin é uma banda e projeto paralelo de Sabine Oberg e Joan Oberg, ambos integrantes do Earth Ship. Transluscent Blades é um disco novíssimo cheio daquele peso arrastado do sludge com fuzz pesado do stoner.

O disco é produzido por Sabine e Joan em seu próprio estúdio, o Hidden Planet (que meta de relacionamento! Eu disse que eles são casados?), e sempre que isso acontece fico satisfeito em saber que não há desculpa para dizer que a visão da produção e do artista divergem em algum momento. A capa tem a arte do Robert Lefold (Teilchensturm) e é um detalhe a mais para admirar em todo o trabalho.

Eu poderia dizer para não irem até o banheiro e terem uma experiência completa, mas faça o que quiser. Foram mais de trinta e cinco minutos maravilhosamente bem investidos. O disco não vai em muitas atmosferas diferentes e isso é um ponto positivo para quem anda meio saturado de discos viajadões. Ele é reto e mistura influências que parecem ser grunge e post-metal.

Riffs maravilhosos como os das faixas “Electric Eye”, “Reviver” e “Holy Grief” se categorizam como aqueles que podem ser ouvidos de novo e de novo de tão bons. Vocais baixos na mixagem e por diversas vezes distante e com efeito são a principal forma de dar um tom psicodélico para as músicas. “Antares” funciona como um respiro, com percussão e uma guitarra mais limpa. Nessa faixa aparece a Tin Whistle também conhecida como Pennywhistle, que é uma pequena flauta metálica originada na Irlanda, bastante parecida com a flauta doce (só que o som é bem mais limpo e agudo).

Um trabalho mais que satisfatório e uma das boas coisas que apareceram no mês de janeiro. Fãs de sludge, stoner e doom podem conferir sem medo.

O Inimigo

O zine de música menos bonito da cidade

O Inimigo

Written by

O Inimigo

Revista eletrônica/zine sobre música independente. Siga também no FaceTruque: http://facebook.com/revistaoinimigo

O Inimigo

O Inimigo

O zine de música menos bonito da cidade

More From Medium

More on Disco from O Inimigo

More on Disco from O Inimigo

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade