Codamos Summit 2018

#pracegover: imagem simulando a impressão digital e misturando ilustrações que lembram moedas, com escrito 2018 no centro.

Definição segundo o própio Codamos:

O Codamos é como uma vitrine de eventos, meetups, cursos, workshops, palestras e palestrantes, aqui, você pode achar eventos inclusivos. Nosso propósito é descomplicar a comunicação entre quem organiza e quem quer participar de eventos. As pessoas são nossa essência, estão em primeiro lugar e fazemos o nosso melhor para reconhecer, valorizar e respeitar a pluralidade.

Minha visão:

É um grupo de pessoas com o objetivo de agregar e incluir cada vez mais pessoas sem discriminação e ou preconceitos para esse mundo digital.

O local

Nubank, localizado na Rua Capote Valente, 39, um espaço descolado na cidade; uma fintech que todo jovem antenado no mercado digital conhece, seja possuindo um cartão ou sabendo quem possui; com uma previsão de mais de 400 pessoas e apesar da correria e forte apoio não chegou a lotar.

Imagens do espaço da Nubank para eventos.

Cadeiras bem dispostas, estrutura de dar inveja à muitos no mercado, espaço para networking com um coffee-break agradável, o ar condicionado não estava no gelado, apesar de algumas pessoas relatarem um certo friozinho.

Apresentações

As organizadoras do evento, mjcoffeeholick, Miguel Soares, Carol Code, cy63113.

Alda inciando as apresentações.

Com muito humor e performance principalmente da Miguel Soares, teve o agradecimento da presença de todos, do esforço e correria que foi, a mjcoffeeholick anunciou o tempo todo as novas apresentações, após o almoço tiveram outras pessoas que auxiliaram nisso enquanto ajustes tecnicos eram feitos.

Carol Code, FrontEnd Freelancer, apresentou: Layout na Web, Um guia de CSS Grid.

A primeira a falar, sobre GRID em CSS, a similaridades de grades com o mundo real, apresentou as facilidades do GRID e como através de alguns jogos é super simples de jogar.

Layout na web um guia de CSS Grid— https://www.slideshare.net/carolinesantos79677471/layout-na-web-um-guia-de-css-grid

Karina Piva, Fundadora da Ela Lider!, apresentou: Nossos Vieses no Código.

A tendência em códigos e seus resultados, os perigos dos dados são culpa somente das máquinas? na verdade a culpa não é da máquina em si, mas sim do propósito que o ser humano destina à sua interação e até que ponto nossa pesquisa em sistemas de internet como o Google são "assertivos" nas respostas que buscamos?

Diana Fournier, UX Researcher no Grupo Zap Viva Real, apresentou: O UX nos Transforma como Pessoas.

A importância de estudar, aprender, de fazer perguntas, de experimentar, a importância da empatia, o que realmente é a empatia, como ela nos transforma e nos permite alcançar necessidades além do esperado.

Como trabalhar com UX sempre fez parte do seu mundo, mesmo não sabendo fazer parte dele, a trilha que ela seguiu e continua seguindo, sobre pesquisar com o usuário, ter empatia por ele, sem sobrepor com sua opinião, seus gostos e preferências, pois o foco é no usuário e como compreender o que precisa ser feito para alcançar o melhor caminho.

O UX nos Transforma como Pessoas — https://www.slideshare.net/DianaFournier/codamos-o-ux-nos-transforma-como-pessoas

Fernanda Bernardo, FrontEnd na Elo7, apresentou: Jogos: Indo além do simples CSS.

Apresentou como construir um space invaders só com HTML e CSS, sem usar Javascript, foi bastante código, mas a forma de apresentar e a velocidade foi muito legal e divertido.

Jogos, indo além do simples CSS— https://www.slideshare.net/fehbernardo/jogos-30

Após isto, num momento de indecisão, foi feito um momento para perguntas das 4 apresentadoras, acabei não acompanhando muito, mas me chamou a atenção as perguntas do pessoal sobre como começar, com incentivar e a importância de explorar e incentivar a criatividade das crianças.

Bate papo das 4 primeiras palestras.

Pausa para o almoço 😋😋😋

Brincadeirinha, o almoço foi só pra enganar, disseram que teria almoço, mas tava virando mito, então entre alguns sorteios decidiu-se adiantar uma apresentação, assim bora mais palestra.

Andreia, Analista da Segurança da Informação, apresentou: Introdução à Cybersegurança.

Um assunto que muitas vezes é massante, pois envolve falar de segurança, não como algo básico da senha do computador, mas sobre dados na internet, sobre proteção, sobre os perigos, na parte final da apresentação, apresentou livros, filmes, personagens de mercado como Julie Assagne, Snowden e o porque é importante avaliar bem o que se posta antes de postar nas redes sociais, comunidades e outras redes.


Eeeee almoço 😋

🍕🍕🍕🍕🍕🍕🍕🍕🍕🍕🍕🍕🍕🍕 Muitas pizzas, para todos os gostos, os veganos e vegetarianos me confirmem nos comentários.

Tinha tanta pizza que no fim do evento foi dividido entre interessados em levar pra casa.

🥤🥤🥤🥤🥤🥤🥤🥤🥤🥤🥤🥤🥤🥤 Muito refigerante, sucos e chás.


Voltando às apresentações

Tali Sanches, Empreendedora de impacto social, apresentou: Projetando Experiências de Impacto Social.

Falando do terceiro setor, do objetivo de criar algo pensando em resolver um problema da sociedade, apontando as 17 objetivos da ONU, das diferenças de métricas do marketing para o social, de como ajudar e fazer a diferença e não só focar em dinheiro, como integrar empresas com objetivos de lucro com ações sociais que resultem em ganhos para a sociedade, no fim falou-se sobre o projeto da Tali de ajudar quem sofre de depressão.

Gabriela Fonseca, Analista de Segurança da Informação da CIPHER, apresentou: Programando e Capturando Bandeiras: Diferenciais em Times de CTF.

Como um modelo de jogo de investigação envolvendo programação, como é divertido, como aprende-se muita coisa, existem eventos que envolvem estes jogos de Capturar a Bandeira. Teve até um joguinho pra encontrar um código escondido, contando com a participação do público.

Programando e Capturando Bandeiras — https://pt.slideshare.net/gabfonseca/programando-e-capturando-bandeiras-diferenciais-em-um-time-de-ctf-93906882

Cooooooooffeeeeee-break ☕☕☕☕☕

Teve mais refrigerante, teve 🍕 ainda, sim sobrou muita 🍕.

Música da banda Fed. Japanese, com um som muito bom, um pouco alto, mas acredito que seja ajuste da mesa de som.


Continuando as apresentações

Jacqueline Yumi Asano, Product Manager da Nuconta na Nubank apresentou: 9 Carreiras em Tecnologias e Dicas para Começar Nelas.

Um panorama geral de vagas hypes, sobre algumas mulheres que fazem a diferença e sobre o que cada uma das 10 profissões faz e seus ícones femininos comentam.

9 Carreiras em Tecnologias e Dicas para Começar Nelas — https://www.slideshare.net/JacquelineYumiAsano/codamos-summit-2018-9-carreiras-em-tech-dicas-por-jacqueline-yumi-asano

Roberta Arcoverde, FullStack Ops da Stack Overflow, apresentou: Pragmatismo e Simplicidade: Cases da Arquitetura do Stack Overflow.

Falou de números e formas de desenvolvimento, explica a história de quase 10 anos da comunidade, comenta que todos os devs são remotos, comenta sobre a infra atual, sobre usarem Windows e SQL server, sobre a dimensão gigantesca de comunidades, serviços e interações existentes.

Pragmatismo e Simplicidade por Roberta Arcoverde — https://www.slideshare.net/rla4/pragmatismo-e-simplicidade

Cooooooooffeeeeee-break ☕☕☕☕☕

Teve mais refrigerante, teve 🍕 ainda, sim sobrou muita 🍕.

Música da banda Fed. Japanese, com um som muito bom, um pouco alto, mas acredito que seja ajuste da mesa de som.


cy63113, responsável pelos eventos da Mozilla, apresentou: Internet Health Report: O que está acontecendo com a saúde da Internet.

Um panorama sobre o que é a internet, tipos de conexões, problemas explorados, riscos existentes, que deep web não é só coisa ruim, mas temos muita coisa ruim inclusive nas redes sociais, dos problemas de segurança que afetam nossa privacidade, algo importante para todas e todos, sobre problemas de conexão que existem em todo e qualquer lugar do mundo.


Cooooooooffeeeeee-break ☕☕☕☕☕

Teve mais refrigerante, teve 🍕 ainda, sim sobrou muita 🍕.

Música da banda Fed. Japanese, com um som muito bom, um pouco alto, principalmente na hora do sintetizador, mas acredito que seja ajuste da mesa de som.


Liliane Tie, community builder Women in Blockchain, apresentou: Blockchain para Desafiar o Status Quo.

Mostrou um pouco do panorama de sua carreira, de percalços e como se embrenhou no empreendedorismo, atuando fortemente para levar mais mulheres para mercados até então sempre de predominância masculina, apresentação de como surgiu o Bitcoin, sobre paradigmas, sobre como o mundo funcionava e como as coisas estavam mudando e a importância de obter mais conhecimento sobre e não ter medo de investir.

Evelyn Mendes, Analista e Desenvolvedora da Devas.io, apresentou: Desnormalização: Melhorando a Experiência de Pesquisa no Firebase.

Com muita irreverência, uma certa dinâmica de tirar preguiça, assim o assunto sobre como funciona um No-SQL e tecnologias relacionadas como NodeJs, JavaScript, TypeScript e outros frameworks, a desnormalização é necessaria para garantir maior performance no acesso aos dados do firebase, por causa da limitação da consulta à um campo por vez, porém ao utilizar a desnormalização é possível determinar quais campos são importantes separar para agilizar sua busca, edição, adição e remoção do registro.


Painel sobre Diversidade

Apresentação de cada personagem e suas representações:

Roberta, Charlotte, Jonas, Jessica Temporal, Giulia, Jaqueline, Samir, Isa, Matheus, Diego, Vanessa e Alda a moderadora do papo (se faltou alguém me avisem, comentando aqui).

Pontos marcantes em suas vidas, uma breve história sobre o quanto o mundo consegue ser ruim com outro ser humano, mas mostra a perseverança de cada um em continuar, seguir; isto ficou mais claro para os presentes os momentos marcantes positivos e como cada uma foi impactada por estas ocasiões.


Minhas impressões do evento:

Muito engrandecedoras do ponto de ser humano.

A mulher não é menina, ela pode ser se ela permitir, por isto digo à todas as mulheres que me referi como menina: me desculpa, aprendi e estou aprendendo; digo também: obrigado por me dar a oportunidade de mudar isso, de corrigir, de crescer; ver tantas mulheres produzindo conteúdos maravilhosos, que realmente fazem a diferença na vida delas, das que às seguem e do que elas acreditam.

O evento foi muito mais incluidor do que eu imaginava e isso realmente é transformador, foi fantástico de acompanhar, espero ver novos eventos dessa comunidade.

Obrigado ao Codamos.club e seus patrocinadores e principalmente à todas as mulheres, trans, homens que ajudaram a fazer este evento e permitir que um homem como eu tivesse a oportunidade de ver a mudança no mercado, na comunidade e na sociedade que será gerada por vocês.

ps: Fotos agradecimento da equipe MID: Andre Borges e JOY, the UX apprentice.


Achou o texto relevante? Então bata Palmas. Fazendo isso, você ajuda este artigo a ser encontrado por mais pessoas.

Like what you read? Give Rick Benetti a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.