S02E02 — Jared

LINK: Escute a leitura no Soundcloud, clique aqui.

Fazem exatas quatro luas que não enxergo o amanhã nas chamas — Eu, que certa vez fui chamado de Clérigo entre os mais devotos. Logo quando eu mais precisei tive que traduzir pesadelos, decifrar enigmas e agir com muita cautela. Todavia, quando os enormes portões-da-batalha abriram-se diante de nós, fazendo um ronco profundo e horripilante… A Luz entrou e cegou-me por completo. Quando fechei os olhos, senti o calor do Astro Rei banhar-me. A força do Senhor da Luz preencheu meu corpo a partir do centro de meu coração. Ainda de olhos fechados e com todo ar possível nos pulmões, vislumbrei nossa vitória — Ou será que apenas imaginei? Nada estava mais claro com a pura Luz, mas me nego a acreditar que morreremos hoje.

Confiante, abri os olhos para ver Sor Daronn dar os primeiros passos na areia. Nós o seguimos sem questionar. Ao pisar em solo quente, a primeira sensação foi de que o mundo inteiro estava em Astapor para nos assistir. Todos gritavam em coro e ordem: “Soronko Gaya! Soronko Gaya!” (significa ‘Garoto Líder’ em ghyseno).Quando o filho do lorde desembainhou e ergueu a espada, o público caiu em delírio. Berraram tão alto das arcadas que o solo tremia junto de toda a estrutura milenar e a poeira levantava-se em lufadas de areia ao nosso redor, esvoaçando bandeiras da harpia. Fechei minha audição para todo aquele alvoroço e me concentrei.

Nosso comandante esbanjava um semblante surpreendente: As feições de jovem sumiram, não parecia mais o escravo que chorou ao ler a carta do pai. Seu rosto está endurecido, o penteado quase num dothraki-trançado e até um curta barba no queixo acrescentaram vinte anos de guerra à Daronn, só que em vinte luas. É um herói nato. O Senhor da Luz o ilumina através do Astro Rei. — Conceda Luz a nosso líder, meu Senhor. Orei pela primeira vez após quase ter renunciado meus votos.

Edwyn estava tão concentrado e esperançoso quanto eu e ainda não sacara sua lâmina longa da baínha. Eu sabia que Fulgor Sombrio estava partida, de modo que toda a positividade do bastardo não fazia sentido algum — Já que ele não aceitou outra arma. Sepulcro corajosamente sorria enquanto preparava uma flecha. Apenas Mortimer, o filho de Balaquo, não estava seguro. Fomos apresentados ao rapaz no porão da arena e ele soou um tanto quanto inapto, de mente-passiva, isto é, incapaz de um raciocínio lógico. Não obstante, como uma criança armada para a luta, ele uniu-se ao grupo, obrigado pelo pai. E quando o portão fechou atrás de nós, ele era o mais assustado e nervoso entre nós.

Do outro lado da paliçada o outro portão se abriu. Repentinamente toda aquela exaltação cessou. Dezenas de Imaculados saíram de lá segurando correntes grossas que prendiam os felinos vorazes à frente. Percebi que dentre todos em Jothiel: Nós, Ontharys e Balaquo éramos os únicos a saber dos tigres. Enxerguei milhares de bocas abertas, olhos ansiosos e sorrisos satisfeitos nas arcadas. Eu não nasci para isso, definitivamente. Entregar uma alma pecadora com coração negro e corrupto como sacrifício à Rh’llor é um privilégio, um regozijo para qualquer servidor da Luz. Entretanto, esta atração macabra, onde a morte é vista como diversão, é algo sem explicação ou entendimento para mim. Contudo não havia outra opção para salvar o herdeiro da escravidão e fizemos uma promessa de resgate — Outra dívida.

Os tigres foram presos e lanceiros menos armadurados trocaram de lugar com os Imaculados que saíam. Era difícil observar em cima da torre de madeira, por conta da Luz do Astro Rei, porém eu também vi algum movimento por lá. Então as arcadas atingiram o mesmo frenesi de quando entramos, pois Aztaban, o Eunuco de Pentos, havia entrado no ringue e pavoneava-se todo para o povão. Já chegou saltando da torre numa pirueta por cima do fosso e caindo de pé, os gritos e aplausos me trouxeram toda a audição de volta. Sor Daronn começou a bater o escudo na areia. Mais uma vez, nós o seguimos e pouco a pouco o público foi calando-se por Soronko Gaya. A bandeira central foi içada, o chifre foi soado, a luta começou.

“GLADIADORES, PAREDE DE ESCUDOS!” A formação foi feita. Eu, Daronn e Mortimer na frente, Edwyn e Sepulcro na cobertura. Ficamos tão próximos que eu não conseguiria espaço para girar o mangual, mesmo assim, o saquei. Nem bem dois segundos após formarmos a posição, a primeira chuva de virotes caiu sobre nós. O impacto em meu escudo arrastou-me um passo atrás. “Sete Infernos!”Sepulcro rosnou ao ser atingido de raspão e ser o primeiro a sangrar nas areias. Como os virotes passaram por nós? “SEPULCRO! Agora! Acerte-os!” Nosso comandante gritou e ele disparou em resposta para cima da torre, apenas uma flecha, um zumbido, um grito de dor. Edwyn sacou Fulgor Sombrio atrás de nós, inacreditavelmente a arma estava inteira e intacta. Senti um calafrio na espinha — Esqueça a espada agora! Ouvi mais ordens serem gritadas por Aztaban. Outra chuva de virotes, dessa vez, ninguém foi atingido. Proteja-nos Rh’llor. De repente, nosso líder grita: “XADREZ! ESPALHEM-SE!” Quando olhei através do escudo, um dos tigres vinha faminto em nossa direção enquanto Aztaban escalava habilmente a torre.

O felino veio em minha direção, levantando-se nas patas traseiras e descendo com suas garras sobre mim. Coloquei o escudo na frente, mas o peso do animal me deixou de joelhos e antes de cair no chão, acertei com o mangual na fuça do bicho. Daronn aproveitou a oportunidade e atacou também, sangrando o animal. Em seguida, Edwyn avançou em carga da outra ponta da formação e quase partiu o tigre ao meio com Fulgor Sombrio. O animal afastou-se cambaleando, porém, outros três se aproximavam. Os virotes desceram sobre nós mais uma vez, a maioria na areia e os demais nos escudos, a formação funcionou. Sepulcro disparou outra flecha, um besteiro caiu de lá cima e o público festejou ao vê-lo desaparecer no fosso abaixo.

Os lanceiros já marchavam em nossa direção, mas os tigres eram sua vanguarda. Apenas dois deles chegaram até nós, o terceiro, muito maior, começou a lutar contra o primeiro que ferimos gravemente. Girei o mangual e tentei acertar o animal mais magro diante de mim, mas ele também era o mais ágil e fintou, escapando do golpe. O outro — que parecia uma fêmea — mordeu a canela de Edwyn, perfurando o couro da bota. Edwyn caiu no chão, mas rasgou o bicho com Fulgor Sombrio na queda, fazendo-o soltar sua presa. “AJUDEM-ME!” Clamou o bastardo a alguns metros de mim. Enquanto eu lhe dava cobertura com o escudo, Daronn enfrentou a fêmea que mordera seu tio com bravura. Defendeu uma patada e encravou a lâmina no peito do animal. Gritou sua glória e milhares gritaram com ele. Vi Mortimer correr perigo e tentei avisar, mas ele não entendeu.

O tigre mais magro, o que escapou de minha pancada, avançou sobre ele, derrubando-o e arranhando-o. Nosso arqueiro o salvou com uma flecha certeira no olho do animal. Os besteiros também ajudaram, pois na tentativa de acertar Mortimer, cravejaram os virotes no felino e ele morreu em cima de Mortimer. Fui ajudar Mortimer a sair debaixo do bicho morto, mas vi a besta maior mais a frente terminando seu banquete canibal para nos mirar com olhos assassinos.

A última saraivada de virotes caiu sobre nós — Última graças a Sepulcro que em sua fúria matou a maioria dos homens em cima da torre. A formação de xadrez tinha sido corrompida devido ao ataque dos tigres e quase fui alvejado, porém como estava correndo em direção a Mortimer, o virote acertou a areia, quebrando-se. Tive a impressão de que o tigre canibal estava atrás de mim enquanto eu ajudava Mortimer, então virei girando o mangual para surpreender a fera, mas eu que fui surpreendido. Era Daronn em minha retaguarda e por pouco não quebrei seu braço. “Maldição! Imbecil! O que você fez?!” praguejou ao se recompor.

Não houve tempo para pedir perdão, pois de súbito o filho de Balaquo me atacou. Senti uma fisgada na costela esquerda e quando vi, minha cota de anéis tinha sido perfurada e o punhal de Mortimer estava com meu sangue. Ele me olhava com aquele olhar assustado de mente-passiva, e babava… Gritando sem razão:”Soronko Gaya! Soronko Gaya!” Quando vi que Edwyn conseguiu derrotar o tigre atroz com Fulgor Sombrio; E os lanceiros ainda estavam longe de chegar até nós… Eu girei meu mangual para matar aquele maldito retardado. A ferida estava ardendo, meu sangue estava quente e por um segundo, fazia todo sentido ele estar ali para me matar. Mas sor Daronn entrou na frente de novo. “PAREM! Mortimer, escudo à frente, não ataque o sacerdote, ataque os lanceiros!” E ainda houve tempo para o comandante olhar para mim com um tom de desprezo e dizer enquanto voltava para a luta: “Não faça isso nunca mais. Ou será inimigo até pra mim.”

Enquanto isso ocorria, Aztaban havia matado os besteiros que negaram-se a arriscar ser alvejado pelo nosso arqueiro e descera da torre em acrobacias para liderar os lanceiros. Nós formamos barreira de escudos novamente, enquanto recuperávamos algum fôlego — A ferida inchava traiçoeiramente e doía demais. Os lanceiros eram muitos e apesar de seus escudos, não eram impenetráveis. Sepulcro acertara pernas e pés, tanto quanto bocas e orelhas — Esse arqueiro vale por mil. Talvez estejamos preparados. Ainda assim os lanceiros avançavam com confiança. O Eunuco de Pentos no meio deles.

Sacerdote, fogo! FOGO! ESPALHE-OS!” Gritou o herdeiro de Monte Tigre emanando uma fé em meu poder que restaurou minhas forças. Uma tocha na arquibancada cintilou a minha vista. Rh’llor, invoco teu poder, tua proteção! Realize o desejo de Daronn e garanta nossa salvação! Nem precisei gritar e a energia fluiu. O mangual esquentou e a tocha um rojão de Luz disparou. Os lanceiros foram separados, Sepulcro aproveitou, esgotando sua aljava em cima deles numa velocidade inumana.

Dali em diante, a luta foi menos aberta e voraz. Aztaban podia ser ágil e um verdadeiro gladiador, mas não chegava aos pés de Daronn como comandante. Os lanceiros recuaram conforme eram alvejados e Aztaban gritava em todos os idiomas conhecidos: “Avançar! Godehän! Ozlóóók…” E novamente, matou um dos lanceiros na tentativa de resgatar sua moral, mas isso só os fez correr rumo ao portão de onde vieram. Nós avançamos passo à passo com cautela, ganhando campo e intimidando o inimigo, então praticamente sozinho. O Eunuco de Pentos pôs-se a frente, a torcida aquietou-se com seu gesto e ele gritou para nós:”Convoco um Duelo de Areia! Um à um matarei todos vocês!” Todos gritaram em clamor pelo pedido do gladiador amputado, mas sor Daronn apenas disse:”Parem a marcha e escutem-me.” Mantivemos a barreira de escudos, mas Edwyn pôs-se a frente e provocou o inimigo metros adiante: “Lança tigres sobre nós e convoca um duelo? Onde está sua virilidade, Gladiador?”

“Se é homem, avance garoto! De fato, minha espada é menor que a sua, venha me pegar!” Ele retrucou de maneira nojenta, mas não foi Edwyn quem reagiu e sim Mortimer. O filho do Mestre disparou na direção de Aztaban, que rapidamente se colocou na base da luta, mas não conseguiu evitar completamente o golpe — Seu punhal é rápido e afiado, eu que o diga. A ferida ainda sangrava e graças à isto, não sabia para quem torcer. Todavia, não houve duelo. Edwyn também avançou para proteger Mortimer. Daronn esperava o momento certo para agir — Ou não agia por ser honrado demais para isso.

Aztaban esquivava habilmente dos dois, apesar de ferido. Procurei outra tocha, mas a arcada daquele lado estava vazia desde o ‘incidente’ que provoquei e o fogo havia sido apagado. O Astro Maior escondia-se atrás das altas torres da Arena de Jothiel, onde arqueiros posicionavam-se e terminavam de matar os últimos lanceiros que desistiram da luta. Pobres almas covardes.

Cada encontro de Fulgor Sombrio com a lâmina braavosi de Aztaban gerava um suspiro na torcida. A luta era brutal e Daronn caminhava lentamente na direção do confronto. Mortimer mais defendia do que atacava, mas quando avançava era rápido e em uma dessas investidas, fez Aztaban perder sua lâmina. Nosso líder avançou até a fina espada fincada no chão e a arremessou longe, num balde de lanças. A torcida vibrou, aguardando ansiosamente a morte de Aztaban, agora cercado.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.