Sobre voltar a estaca zero.

Existem lições importantes em apanhar muito.

não fui eu que tirei essa foto. achei ela no unsplash.com

Sabe quando tá tudo certo? Quando a mina que tu queria pegar tá só por te dar uns beijão bom também? Quando teu chefe vê que teu trampo é importante pra empresa, não quer te perder e oferece um aumento? Quando aparece uma passagem TRANQUILA pra ir pra LA, bem no teu período de férias, já que tu ganhou um aumento, foda-se, já era, vamo largar? E a mina que te deu uns beijão bom pilhou em ir junto até? E tua trip rola tudo certo porque LA é tão daora, não tinha como dar errado?

Sabe esses momentos? Talvez numa escala menor, talvez numa escala maior (depende de quão boa tá a vibe também). Esses são os momentos responsáveis por 90% das histórias que a gente conta na roda dos brother.

Agora, quando a mina dos beijão bom larga, quando tua empresa passa por dificuldades financeiras e aí a gente vai ter que reduzir o staff um pouco, quando não tem grana nem pra passar um findi na praia, como tu fica?

Tem algumas coisas importantes que a gente precisa encarar nesses períodos. Ao longo do meu período de chuvas torrenciais de bosta, eu anotei algumas lições importantes.

minha letra é muito feia

Anotação número 1:

Quem tá na chuva é pra se molhar. 
E se tiver chovendo bosta, é de bosta que tu vai te molhar.

Períodos ruins vem pra te testar. Eu tive um mês horrível. Inclusive fiz um texto sobre isso. Eu achei que tudo era só um mês ruim. Mas esse mês ruim durou 5 meses e meio.

A luta contra o pior mês da minha vida se arrastou até eu resolver TODAS as pontas soltas da minha vida. Eu acho que agora meio que passou, mas eu tô sempre com um pé atrás cuidando pra ver se já parou de chover merda.

O melhor nessa hora é encarar todos os problemas que aparecem. Não adia solução. Encara os problemas quando eles aparecerem.

meu deus minha letra é ridícula

Anotação número 2:

Falar de um problema é o único jeito de resolver ele.

Aprendi essa, como todas as outras lições, do jeito difícil. Quando tem alguma coisa incomodando alguém, segurar isso não vai adiantar merda nenhuma.

Sabe a mina dos beijão bom? Digamos que vocês perderam a sintonia e os beijão que eram bom, agora tão uns beijinho OK só. Ignorar esse problema só vai esfriar as coisas. O ideal (NA MINHA OPINIAO COMO TUDO QUE EU DIGO AQUI NESSE TEXTO) é sentar e falar:

E aí, mina. A gente costumava dar uns beijão daora. Agora os beijo não tão mais tão daora. O que rolou? Como a gente volta a dar uns beijão daora?

Talvez tudo se resolva, talvez acabe tudo. Mas pelo menos aquela dúvida que vocês dois tinham, não existe mais.

bah eu preciso fazer caligrafia

Anotação número 3:

Não conte com todos amigos em períodos ruins. Conte com os melhores.

Tudo que eu queria nesse período difícil era desabafar. E poucas pessoas tem saco pra isso. O que aprendi foi: escolha bem quem vai encarar períodos turbulentos contigo.

Nem todo mundo quer bad vibes por perto. Chama os de verdade pra quando tu precisar porque esses vão te ajudar. E tu vai precisar de ajuda. Todos precisamos.


Eu tenho mais frases anotadas no caderninho, mas chegou aquela altura do texto que eu preciso começar a conclusão. Preciso levar vocês pra algum lugar, né?

Depois do tombo, depois de cair, de lutar pra levantar, depois de toda a chuva de merda (como falei lá em cima), tem o passo mais importante: o recomeço.

Começar de novo dói, incomoda, é desconfortável, é devagar mas:

eu tenho a letra mais irregular do sul do brasil
O único jeito de recomeçar é recomeçando.

A Oficina de Difusão é meu recomeço. Achei um projeto que me deu tesão de novo. Que pode abrir portas grandes. Que pode me colocar onde eu quero estar. Eu achei meu primeiro degrau de novo.

E sabe como eu achei ele? Seguindo aqueles três passos ali. Como diria um americano Simple as shit — Simples como merda, em tradução livre.


Refletir sobre isso me ajudou e eu genuinamente espero ter ajudado alguém com esse texto. Se tu gostou, clica no ❤ ali embaixo. Isso vai ajudar a chegar em mais gente ainda. Compartilha, manda pros amigo/a/x/s/z/.


Se tu gostou do meu texto, talvez tu goste do meu canal no YouTube também. Dá uma olhada aí: