Por que as comunidades Dev’s são importantes para a sua região?

O progresso de uma cidade/região advém da receita que ela consegue gerar para o estado nas suas diversas formas, seja por meio da agricultura, educação/pesquisa, finanças, tecnologia, entre outras. Um dos segmentos que se destaca é a tecnologia, pois todas as regiões que possuem uma fonte per capita positiva possuem empresas de tecnologias implantadas, o que acarreta em aquecer o mercado de trabalho e movimentar o fluxo de pessoas em diversos segmentos.

E onde entra a comunidade de desenvolvedores nisso? Bom, geralmente quando você entra na universidade ou escolhe outro caminho qualquer para seguir na profissão de Tecnologia da Informação (TI), você ouve que deve aprender Inglês, isso é skill[0] para qualquer profissional. Contudo, reforço que além do inglês você deve participar das comunidades locais que oferecem networking, discussão, encontros tecnológicos: os famosos meetup.

E se você se perguntar: “oras, por que devo fazer valer minha participação nisso? O que minha profissão/vocação tem a ver com a região e o lucro da mesma?”

Avalie comigo, vamos supor que você é um Desenvolvedor (Python, Java, Android, JavaScript e …) e que deseja trabalhar na sua cidade/região e que não deseja ir para capitais ou mudar pois sua vida é saudável. Você pode até trabalhar remoto para qualquer empresa, mas, e se aparecer 3 empresas que irão abrir uma filial em sua cidade para essa tecnologia? Imagine quantos desenvolvedores iriam surgir na sua região e o quão aquecido a mesma iria se tornar, pense nos eventos sobre essa tecnologia na sua cidade! Vislumbrou?!

E como fazer com que isso possa ser mais “fácil” e tangível? Veja se sua cidade/região possui algum grupo voltado a discussões de tecnologia, pois será a melhor forma de você conhecer novas pessoas (networking), saber sobre aquela ferramenta (Docker, Jenkins, PaaS e …) ou recurso novo que está prestes a aplicar no seu projeto e até saber sobre alguma vaga de trabalho marota. Pense que essa comunidade é além do famoso stackoverflow. Já pensou em fazer aquele curso específico que só tem nas grandes cidades, terá que desembolsar para o transporte, alimentação, fora o valor do treinamento que geralmente é salgado no bolso? Então, com uma comunidade você pode tentar entrar em contato com algum “evangelista” e solicitar para ele ir até sua cidade fornecer o conteúdo! E acredite, isso acontece naturalmente. A comunidade de desenvolvedores é bem filantrópica, ajudamos para ser ajudado, sem firulas e cobranças.

Opensanca — RXJava com Ubiratan Soares

Foi apartir disso que há um ano começamos nossos encontros, aqui no interior de SP(São Carlos/Araraquara), criamos o meetup Opensanca, que oferecemos workshops, palestras (OpenTalks) com assuntos evidenciando tecnologia de ponta e treinamentos gratuitos. Temos nosso Slack na qual a galera tá sempre ativa, divulgando sobre vagas de trabalho na região, além de dúvidas e discussões engraçadas sobre tecnologia e aquela trollagem básica.

Essa sinergia toda conta com 800 pessoas em nosso meetup. Estamos conseguindo fazer com que pessoas de outras cidades queiram conhecer e participar dos nosso encontros. Tentamos ajudar outras comunidades que possam fazer esse estreitamento, como é o caso de uma comunidade em Bauru (Christian, quando você definir o nome me avisa que eu adiciono aqui), que está começando agora, e outras comunidades de São José do Rio Preto que sempre estamos trocando figurinhas em como consolidar mais as pessoas. Enfim, a conversa tem que ser aberta, não podemos ter canal fechado.

Isso tudo em prol de uma única coisa: ajudar a comunidade/região. Com esse número massivo de pessoas ativas na comunidade acaba mostrando, tanto para as empresas de tecnologia da região e fora, que aqui é um polo forte para conseguir procurar novos talentos ou até mesmo abrir filiais e startup's. Todos ganhamos!

E qual é o real intuito nosso? Simplesmente divulgar e propagar a tecnologia aberta para todos, ajudar a sociedade! E você já faz parte de alguma comunidade? Ainda não? que tal criar uma aí na sua cidade agora mesmo? Sinta-se livre para vir prestigiar um encontro conosco!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.