Órbi Conecta
Published in

Órbi Conecta

San Pedro Valley lança plataforma colaborativa

Criado pelo Órbi Conecta, integrante da comunidade SPV, site vai abrigar informações sobre o ecossistema, como vagas de trabalho em startups, notícias, agenda de eventos, cursos e oportunidades de negócios

A primeira comunidade de startups do Brasil, criada organicamente há uma década por empreendedores, começou no bairro São Pedro e hoje abraça toda Belo Horizonte. Como um epicentro desse ecossistema, o Órbi Conecta, o hub de inovação e empreendedorismo digital dos mineiros, lança em dezembro o site , uma plataforma colaborativa que reunirá informações sobre o SPV, como vagas de trabalho, notícias, agenda de eventos, cursos e oportunidades de negócios e turismo em Belo Horizonte.

O lançamento do site acontece durante o Órbi de Portas Abertas, nesta quinta-feira (01/12), de 8h às 21h, quando o hub recebe empreendedores, startups, grandes empresas, universidades, investidores, parceiros e diversas iniciativas da comunidade San Pedro Valley. Esta é uma edição especial, de celebração dos 5 anos do Órbi Conecta. Para conferir a programação completa e se inscrever, acesse .

“O Órbi quer fomentar os próximos cases de sucesso de novas startups de Minas para o mundo, contribuindo ativamente com o fortalecimento da comunidade San Pedro Valley”, afirma a CEO do Órbi Conecta, Dany Carvalho.

A plataforma reunirá informações importantes de Belo Horizonte para o desenvolvimento do seu principal ecossistema de inovação. Beagá é a segunda maior cidade em número de startups do país, atrás somente de São Paulo. Segundo levantamento da Associação Brasileira de Startups (ABStartups), as startups daqui já se relacionaram com: hubs de inovação (29,4%), corporates (24,4%), academia (16,3%), setor público (13,6%) e 12,8% líderes de comunidade. Apenas 3,5% não desenvolveu relacionamento com nenhum agente do ecossistema. Vale destacar ainda que 62,7% já receberam investimentos de fontes diversas. Entre elas estão investidor anjo, programa de aceleração, seed, venture capital, series a e b. É um ecossistema diverso. Do total das startups, ainda de acordo com a ABStartups, os principais segmentos são: edtechs (16,4%), healtechs/life science (12,7%), rhtechs (8,2%) e fintechs (8,2%).

O SPV foi criado em 2011, por empreendedores que abriram as suas startups no bairro São Pedro, perto da Savassi, na região Sul de Belo Horizonte. Desse núcleo de novos amigos, nasceram startups com capital aberto na Bolsa de Valores de São Paulo (B3), como o caso da Méliuz, e unicórnios (aquelas com avaliação de mercado superior a US$ 1 bilhão), a exemplo da Hotmart. Com mais de 10 anos de história, esse ecossistema tem fôlego para ir ainda mais longe.

Consolidando-se como uma das principais comunidades de startups do país, o San Pedro Valley, ou apenas SPV como é chamado por seus integrantes, se movimenta há mais de uma década de forma orgânica. Não é uma instituição, não há CEO, muito menos uma hierarquia, todos que compartilham do mesmo propósito podem ser integrantes. O objetivo de quem participa é se conectar com as pessoas, identificar sinergias, trocar conhecimentos e experiências, divulgar vagas e, porque não, fazer negócios e novas parcerias. O Órbi Conecta é o Hub de Inovação criado por essa comunidade e se tornou um ponto de encontro desse movimento.

“O SPV é um ecossistema em que os empreendedores trocam experiências e aprendem uns com os outros. A essência do movimento sempre esteve baseada na colaboração entre as empresas, focada no crescimento dos negócios”, ressalta , Head de Inteligência Artificial no iFood, empreendedor e co-fundador da Hekima, startup adquirida pelo iFood em 2019. Ele dedica boa parte do seu tempo para apoiar projetos sociais e de fomento na comunidade San Pedro Valley e é conselheiro do Órbi Conecta. .

“O SPV é uma das comunidades mais engajadas do Brasil. A união e colaboração mútua das pessoas do ecossistema é notável e fazem toda a diferença”, afirma , referência nacional e internacional em empreendedorismo tecnológico, as iniciativas que ele fundou e liderou já apoiaram mais de 10 mil startups e atraíram mais de R$ 1 bilhão em investimentos. É fundador e CIO da , primeiro neouniversidade digital da América Latina.

“O ecossistema mineiro de inovação é um dos mais maduros do Brasil e apesar de ter ainda espaço para evoluções já possui grandes exemplos de sucesso que corroboram com este ambiente fértil para se inovar, como a comunidade SPV. São inúmeros cases de startups que nasceram aqui e hoje se destacam não apenas no cenário nacional como também internacional”, diz , executiva de negócios e parcerias na Fundep, presidente do conselho de inovação e VP executiva na ACMINAS, co-founder da SafeTest Diagnósticos. Ela é mentora para startups e empresas, já captou cerca de R$ 2 bilhões para projetos inovadores.

“A comunidade San Pedro Valley não é só referência para Minas Gerais, mas para todo o ecossistema de inovação digital brasileiro por demonstrar a força da colaboração numa relação de founder para founder. Para além disso, esse movimento empreendedor consegue transformar seu meio ambiente, articulando com entidades privadas e governamentais para desenvolver nosso país nos mais diversos setores da economia”, destaca , sócio da e articulador do ecossistema.

“O SPV é uma comunidade não só de empreendedores e empreendedoras, com vários grupos e temas, mas também instituições que fomentam e apoiam, hubs, universidades e investidores. É Belo Horizonte aprendendo a fazer e apoiar a inovação”, afirma , diretora da Consultoria de Inovação, eleita pela Exame uma das mulheres que estão fazendo a diferença para a inovação acontecer.

“Quando você tem uma comunidade forte e leal consegue fazer qualquer coisa. O Órbi é o resultado disso: a comunidade de startups San Pedro Valley se juntou a grandes empresas mineiras para criar o hub de inovação dos mineiros” Mais do que um ponto de encontro, é um hub que conecta startups, grandes empresas, academia, investidores e diversos empreendedores para impulsionar a transformação digital. Assim, juntos, construímos o futuro que desejamos”, diz Dany Carvalho, a CEO do Órbi Conecta.

--

--

Órbi Conecta é o principal Hub de Inovação e Empreendedorismo Digital de Minas Gerais.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Órbi Conecta

Órbi Conecta é o principal Hub de Inovação e empreendedorismo digital de Minas Gerais.