PESSOAS EM PRIMEIRO LUGAR: COMO SER UM PATRÃO MELHOR HOJE MESMO!

Não importa qual seja o seu ramo de atividade. Não importa qual seja o tamanho da sua empresa. Você SEMPRE vai precisar de pessoas.

É estranho começar um post com uma afirmação tão obvia, mas o óbvio às vezes precisa ser dito.

Mesmo todo mundo sabendo da dependência que o sucesso de um negócio tem da produtividade dos seus funcionários, nem sempre, no dia a dia, o gestor, líder ou, em termos mais clássicos, o patrão, tem aplica as melhores práticas disponíveis para aumentar a motivação e, consequentemente, a produtividade da sua força de trabalho.

E não tem jeito: se o seu funcionário não estiver motivado, a sua empresa não irá pra frente.

O que posso fazer?

O primeiro passo para mudar a cabeça dos seus funcionários é mudar a sua própria cabeça. Deixar de pensar como patrão e começar a pensar como líder.

Sim. Pode parecer mais um clichê, mas quando aplicado, faz uma grande diferença.

Para pensar como líder, você deve mudar o foco do seu pensamento de “o que você quer como gestor” para “o que meus funcionários precisam de mim para poderem atingir as metas da empresa”.

Eu gosto da analogia de que o líder é uma figura que fica basicamente com uma vassoura na mão varrendo todos os entraves, dificuldades e atritos para que os funcionários possam realizar sua tarefa.

O líder permite as condições ambientais, psicológicas e sociais para que o bom trabalho aconteça.

E isso não se resume a pagar um bom salário apenas. Quase nunca tem a ver com dinheiro na verdade.

Está comprovado que o salário tem um efeito decrescente na motivação a partir de determinado nível. Nesse momento o que conta mais são o ambiente, os desafios da empresa, oportunidades de crescimento e assim por diante.

Tão pouco estou dizendo que é fácil implementar essa cultura em você mesmo. Mas posso garantir que vale a pena. O retorno financeiro e em produtividade que você vai observar vale o esforço.

Atitudes do líder que favorecem a produtividade e inovação

Para finalizar, quero dividir com você algumas atitudes que você, líder, deve cultivar HOJE MESMO para extrair ao máximo o potencial dos seus liderados.

E repito, isso serve para qualquer tipo de empresa, em qualquer lugar e de qualquer porte.

Se você quer que seus funcionário se sintam motivados e felizes no trabalho, inovem e tragam mais retorno para a empresa, experimente isso:

1 — Ouvir a todos

Os membros da comunidade interna e externa de uma organização muitas vezes têm percepções tremendas e idéias que levam a inovações.

Ouça o que o seu time tem a dizer sobre os processos, as atividades, os produtos e serviços… Você vai se surpreender com as ideias e aprender muito com os profissionais de diferentes formações e modos de pensar!

É importante também ter em mente que as ideias nem sempre vêm de especialistas. Às vezes, as maiores inovações vêm de novatos e profissionais que costumam ficar nos bastidores.

Esteja disposto a trocar ideias com pessoas que, inicialmente, não têm muito a ver com o assunto.

2 —Não tenha medo de dar autonomia

A estrutura de gestão plana não tem os processos de autorização e as linhas desconexas de comunicações que impedem a inovação.

Você sabe o que precisa ser feito e estabeleceu metas, então deixe as pessoas livres para encontrar a melhor maneira de entregar os resultados. Coloque-se como um facilitador e não como um fiscal.

3 — Incentive a experimentação controlada e abrace as falhas que gerem aprendizado

Muitas das inovações mais significativas surgiram por acidente. Avanços como a descoberta da penicilina ou a potência de micro-ondas são o resultado de acidentes científicos.

Portanto, não reprima as falhas. É errando que se aprende. Evite inibir a ousadia e a coragem das pessoas, pois, assim, elas farão experimentações, darão asas à imaginação e inovarão.

4 — Incentive a colaboração externa

Nenhuma organização tem todas as cartas para o desenvolvimento de inovações. A colaboração com grupos complementares de fora da empresa, como universidades, órgãos governamentais e grupos de reflexão muitas vezes trazem novas perspectivas e ideias para o processo de inovação.

Para finalizar

Uma cultura de inovação começa com a atitude organizacional de aceitar que o mundo realmente mudou. Trata-se de cultivar uma atitude de aprender a ver o mundo de maneiras novas. Como líder, você deve criar condições para que seus subordinados inovem.

Grande abraço e até a próxima.

Não se esqueça de assinar nosso feed e receber nossa seleção de artigos e notícias semanalmente no conforto do seu e-mail. Torne a gestão da sua empresa mais fácil. Basta colocar seu e-mail abaixo.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Laion Azeredo Silva’s story.