Assunto: entrega.


lembre-se de olhar a fundo nos olhos de quem lhe fala.
tente ouvir a sonoridade da alma alheia.
pois se ela se dispôs a sua disposição, não é em vão.
e quando for se dispor a alguém
questione a disposição de sua voz,
se algo for dizer olhe fundo nas almas do olhar
e sinta devagar cada reflexo que bate em janelas que se comunicam.
se tens dois ouvidos,
ouça uma vez só e pense duas vezes.
seu corpo reage quando age em prontidão
e nessa multidão,
encontrarás admiradores de corpos,
que analisam e entendem as linguagens de cada corpo.
se entregue de corpo e alma somente quando tudo for tranquilidade
e se leviano for,
seja mais,
seja amor.