Papa da Semana #2: Pio I

Papa de c.140 até c.161

O Papa Pio I vem de um tempo em que a Igreja Católica era completamente diferente. O primeiro dos doze Pios “reinou” por cerca de 15 anos em algum momento entre os anos 140 e 161 EC, mas assim como essas datas, a maior parte das informações sobre ele são imprecisas. A começar pela importância do Bispo de Roma, menos absoluta do que hoje. Nos 300 primeiros anos da Igreja, ainda Cristã (e não “só” Católica), várias regiões possuíam fortes lideranças, como Jerusalém, Constantinopla, Alexandria e Antioquia, e demorou algum tempo até que Roma e seus líderes fossem reconhecidos como chefes supremos da Igreja em todo o mundo.

Pio I, o décimo papa, viveu nesse período de disputa pela liderança absoluta de um jovem cristianismo entre as grandes cidades da Europa e Oriente Médio, e é um dos pontífices dos quais se tem menos informação. Quase tudo que se acreditava sobre ele no passado foi reconsiderado e muitas dúvidas ainda pairam no ar. A única ação atribuída a ele que ainda não foi questionada é a do decreto de que a Páscoa deve sempre cair em um domingo — algo erroneamente atribuído ao Concílio de Nicéia, realizado em 325 EC para criar consenso na doutrina cristã, quando o Domingo de Páscoa já era uma tradição.

No mais, acredita-se que Pio I teria nascido em Aquileia, no norte da Itália, mas a fonte é o Annuario Pontificio, o livro oficial do Vaticano sobre papas, cardeais e outros funcionários da Igreja Católica. Talvez ele tenha sido um escravo quando jovem e pode ser que ele tenha construído a igreja de Santa Pudenziana, a mais antiga de Roma ainda de pé. Ele também era considerado um mártir, por motivos desconhecidos, até um estudo de 1969 mostrar que isso era mentira. Canonizado, ele é venerado no dia 11 de julho, o mesmo dia de São Bento, um santo bem mais popular. Não foi à toa que demorou mais de 1300 anos até que outro papa escolhesse o nome Pio.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.