Descubra quais são as empresas com os melhores Processos Seletivos segundo os candidatos

Na nossa ambição de entender e estar mais perto do jovem, decidimos fazer uma pesquisa sobre os processos seletivos que eles participam e entender quais deles prestam ou não — os processos, não os jovens 🙂

Top 10
 1. Globo
 2. Votorantim
 3. Natura
 4. Itaú
 5. Renner
 6. Unilever
 7. Citi
 8. Microsoft
 9. Ambev
 10. Johnson & Johnson

Quando perguntamos aos jovens se alguma empresa tinha chamado atenção na etapa presencial, e por quê, queríamos identificar quais são os pontos mais críticos que fazem uma empresa ser lembrada pelos seus candidatos, seja por um motivo bom ou ruim. Foi uma pergunta aberta e com carinho, aceitamos a missão de ler todas e cada uma das 1599 respostas (o 99 foi coincidência, juro!).

O resultado foi bem interessante. Primeiro classificamos as respostas dos candidatos em 10 pontos principais que se repetiam, tanto com palavras específicas como com descrições similares, e fizemos um ranking dos pontos mais citados.

Explicando um pouco melhor cada item, seguem exemplos de cada um dos mencionados

Processo bem estruturado: Os candidatos valorizam quando percebem que o processo tem um cronograma claro e ele é respeitado. Também parabenizam os processos com alta qualidade tanto na concepção como na entrega, dinâmicas “bem-feitas” (material organizado e facilitador competente), sem uma pessoa do RH gritando para a outra “Cadê as canetas???”, e esse tipo de coisa que acontece quando algo não está 100%.

Respeito/Bom trato com os candidatos: A boa disposição das pessoas (avaliadores) com relação aos candidatos. Ter bom humor, responder as dúvidas e dar feedback personalizado foram os mais comentados. Detalhes como brindes e um bom coffee são secundários, mas ajudam 😉

Criatividade/Inovação: Candidatos valorizam dinâmicas que fogem do comum. Esse momento serve como um termômetro de que tão inovadora é a empresa e as pessoas que trabalham lá.

Ambiente descontraído: Nervosismo sempre faz parte da dinâmica/entrevista, por isso os candidatos necessitam de um quebra gelo, uma piada ou algum gestor caindo da cadeira, rs. Brincadeiras à parte, coisas para deixá-los mais confortáveis podem contribuir para um melhor desempenho.

Admiração da empresa: Vários candidatos comentaram o fato de passar a admirar a empresa depois da apresentação feita na dinâmica. Ponto positivo: a venda da empresa foi efetiva. Ponto negativo: de toda a interação na dinâmica, o candidato só lembrou de uma apresentação.

Dinamismo: Tanto o dinamismo como a velocidade do processo foram bastante comentados.

Transparência: Os candidatos atualmente valorizam quando é comunicado porque eles não são aprovados para uma etapa em específico. Aquele “Você não está dentro do perfil” que é enviado para ”não magoar” o candidato não cola mais. Coisas como “Você não foi aprovado porque sua nota no teste de lógica não atingiu o mínimo considerado para o processo” ou “Na dinâmica você não interagiu, e por isso não conseguimos avaliar você” são exemplos de um feedback mais direto e muito mais valorizado pelos candidatos.

Um número menor de candidatos mencionou coisas como o grau de exigência do processo como um plus (já que faz com ele que eles se sintam desafiados), a admiração pelos profissionais com os quais teve contato na dinâmica, o que despertou o desejo em fazer parte da equipe, e também aprender algo com o processo seletivo.

Essas foram as empresas “campeãs” em cada um dos itens mencionados. Esse ranking é 100% baseado na quantidade de vezes que foram mencionadas como exemplo de cada um dos pontos nas respostas da pesquisa.


Originally published at passanorh.99jobs.com on May 17, 2016.

Like what you read? Give 99jobs.com a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.