Grito

Querendo escrever alguma coisa que reflita o grito, ando torto porque não acho que eu saiba andar direito. Grito do peito travado no pleito, Grito calado no banheiro fechado e cerro os punhos, me vejo em ombros progressivamente pesados e próximos. Tenso. Compenso, as vezes acho que não penso. Pílula não resolve o que não se identifica e tem movimento verdadeiro. To querendo descer. Onde que eu posso gritar, espernear e viver? Não acho meu lugar, estou cansado de procurar, por vezes saio de casa pra matar, mas todo dia parece que a noite não vai chegar.