As inspirações de Macron para sua Política Externa

Dá pra ser Gaullista e Mitteraniano ao mesmo tempo?

O novo presidente da França é Emmanuel Macron, o jovem líder do movimento En Marche, que angariou nada menos que 66% dos votos, e deixou Marine Le Pen para trás. A curiosidade do Petit Journal é sobre a política externa do rapaz.

Desde que iniciou sua campanha, Macron sempre afirmou ser um candidato liberal e de centro. Mas o que significa isso em termos de política externa? Ele se diz influenciado tanto por Charles de Gaulle, presidente nacionalista, que governou entre 1959 e 1969, quanto pelo socialista François Mitterand (1981–1995). Tal definição diz muito sobre as relações — sempre cruciais — entre a França e os Estados Unidos.

É importante notar que a posição da França no mundo não é desprezível. A imagem abaixo mostra a distribuição das forças militares do país no mundo, e Macron promete aumentar o investimento do país em defesa.

De todo modo, não há dúvidas acerca da prioridade máxima de Macron em sua política externa: a Europa. Mas, ainda assim, ele afirma que fará tudo diferente de seus antecessores, Nicolas Sarkozy e François Hollande.

Como?

Aí você tem que ouvir o áudio, lá em cima =)