Imigração ajuda ou atrapalha a economia?

Deixe-os entrar e deixe-os ganhar.

Os imigrantes são geralmente jovens e ansiosos para trabalhar. Podem ajudar a cuidar dos idosos em países envelhecidos e suportar uma parcela representativa da dívida pública com seu trabalho. Entretanto, imigração é politicamente difícil e exige reformas e ajustes no mercado de trabalho.

Os inúmeros estudos econômicos sobre imigração apontam sempre a mesma coisa: imigrantes em todo o mundo são mais propensos a iniciar novos negócios do que os nativos, são menos propensos a cometer crimes graves e são contribuintes líquidos para o governo. O medo de que eles captem empregos ou arrasem salários locais também não se sustenta. Como eles trazem habilidades, ideias e conexões complementares, eles tendem a elevar os salários do nacionais, apesar de poder reduzir ligeiramente remunerações de não qualificados no curto prazo. Os próprios imigrantes também se beneficiam enormemente. Ao se mudar para um novo país, com suas leis previsíveis e empresas eficientes, eles podem se tornar várias vezes mais produtivos, e seus salários aumentam de forma sustentável.

Comentários mais completos no áudio!