eSPparta

cidade dos erros
redundantes
repetitivos
resolutos
 
cidade dos outros
rejeitada
suja
puta
pouca
reputação

cidade dos corpos
das lutas
dos lutos
que coloca o pranto
em primeiro lugar
 
cidade dos corvos
em formato de pombas
nenhuma branca
portadora de paz
 
oh cidade da guerra!
não me faças esquecer
o que é belo
o que é brando
 
em seus cinzas
permita-me a pureza
do branco

Vini Asevedo


Siga os perfumes e espinhos de Poesia Rosa