Empresa Livre: Sonho ou Realidade? Você Escolhe!

Photo by Jaime Handley: Dreamcatcher

Sabe aquela sensação quando acordamos de uma sonho de manhã, sabendo que foi algo incrível, mas não nos lembramos dos detalhes? As recordações que temos naqueles segundos pós-abrir os olhos são somente fragmentos de uma história maior, incrivelmente rica e interessante, mas não são suficientes para nos satisfazer… e vem acompanhadas pela frustração de como aquela história completa poderia ter trazido algum insight incrível, com o potencial de impactar nossas vidas, e mudar absolutamente tudo e todos ao nosso redor. O mundo todo!

Como eterno investigador, eu sempre procurei por novas soluções, maneiras de otimizar tudo, juntando o mundo dos negócios com o autoconhecimento, e, nesse processo, já me deparei com algumas frustrações dentro de estruturas tradicionais de empresas, onde somente uma fração do potencial humano e de propósito são potencializados. E o sentimento é muito parecido com o sonho esquecido, de saber que podemos fazer muito mais, de trazer um impacto positivo para nossa empresa, mas sem as condições necessárias para fazê-lo.

E se, de alguma forma, pudéssemos acessar esse sonho de forma plena? E se, além disso, tivéssemos as condições e as ferramentas necessárias para torná-lo realidade e materializá-lo, compartilhando com o mundo todo?

É dessa forma que eu enxergo a proposta por trás da Empresa Livre. Por que escolher entre sonho ou realidade se podemos ter os dois. Sonho e realidade integrados, algo, sem dúvida nenhuma ao meu ver, possível, tangível, sustentável e escalável.

Vem sendo assim minha experiência e impressão iniciais na Baobbá, uma empresa que vem se consolidando dentro da arquitetura chamada Empresa Livre. Somos 30 pessoas conectadas com um sonho, um propósito maior, através de um novo modelo de gestão.

Não é tão difícil encontrar pessoas com boas intenções, mas até hoje, apesar da evolução dos modelos de negócios, não encontrei ainda uma forma "justa" que beneficie a todos. Uma fórmula que ofereça a oportunidade de integrar aquilo que cada um realmente gosta de fazer, em um ambiente agradável, que contribua com as trocas de experiências e com a oportunidade de ganhos coletivos.

Quando adotamos um sistema como o da Empresa Livre, o processo de tomada de decisão é co-criado, sem hierarquia. Todos tem a oportunidade de decidir.

Sem dúvida, ainda existem diversos desafios a serem superados, assim como em qualquer outra empresa. Porém, assim como no despertar de um sonho, por mais que eu não me lembre de todos detalhes, sei reconhecer quando foi algo que me trouxe um sentimento positivo. E é dessa forma que eu vejo a Baobba e a Empresa Livre, como um sonho se tornando realidade!

Like what you read? Give Rodrigo Faerman a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.