UEMG Divinópolis passa por mudanças na sua estrutura

Melhorias no espaço físico para facilitar o acesso tiveram início no mês de abril

Há quase dois anos da estadualização, a UEMG Divinópolis tem avançado gradativamente em aspectos de renovação, reestruturação e reorganização. A cada dia que passa, as raízes de caráter particular têm sido modificadas para abrir espaço ao novo viés estrutural.

De acordo com Tiago Novais, diretor acadêmico da UEMG Divinópolis, as mudanças que tem ocorrido na estrutura da universidade reafirmam o compromisso em fazer do ambiente um lugar harmonioso e acessível. “Os projetos começaram a ganhar forma e a UEMG tem sido repaginada. Tudo que foi planejado está sendo executado. Houve nova licitação para o serviço de segurança e iremos reformar e ampliar os estacionamentos. Também instalaremos cerca de 60 postes com lâmpadas de led para melhorar a iluminação, temos ajustado nossas vias às questões da acessibilidade para todos. O espaço entre os blocos 4 e 5 será revitalizado em breve. Aos poucos seremos mais funcionais e estruturados”, ressalta.

Recentemente, dois painéis com a logo da UEMG foram instalados na unidade. Um no alto da fachada lateral do bloco 5 e outro na entrada, ao lado da portaria. Além disso, os passeios também foram reformados e as pinturas nos asfaltos foram reforçadas. Para o presidente do Diretório Acadêmico, Samuel Santiago, as melhorias são importantes e a comunidade está contente com os novos rumos tomados pela instituição de ensino.

Foto: Elvis Gomes.
“As melhorias tem vindo aos poucos, mas estamos seguindo um caminho bom. O movimento estudantil e a diretoria acadêmica estão alinhados. Temos tido muito apoio do corpo discente também, desde a ocupação. É fundamental prosseguimos nessa corrente para obtermos novos avanços. Tivemos uma nova eleição para a diretoria administrativa há alguns dias, vamos esperar para ver se eles vão nos apoiar também, porque juntos iremos fazer da UEMG um lugar melhor”, pontuou Samuel.

Zeladora desde os tempos da Funedi, Sônia Apda fala sobre o prazer em trabalhar na universidade, local onde as pessoas se sentem confortáveis e acomodadas. “É bom demais. As pessoas são gentis, cumprimentam umas às outras e a universidade tem ficado mais bonita a cada dia que passa. Dá até gosto”, disse a zeladora.

É nessa harmonia entre corpo docente, discente, técnico-administrativo e funcionários terceirizados, que a UEMG Divinópolis tem ganhado novo fôlego e uma base mais sólida, para que a médio/longo prazo a meta seja alcançada, também com o objetivo de se tornar referência nos cursos presentes e na estrutura ofertada.