Parelheiros, Perus e Itaim Pta. têm altos índices de mulheres internadas por agressão

Crédito: Ronaldo Silva/AGECOM

Publicado no 32xSP, site fruto da parceria entre Agência Mural e Rede Nossa São Paulo: 26 de agosto de 2016

“Nas sextas-feiras e finais de semana são quando aparecem mais mulheres machucadas. Tem mulher que apanha porque o marido não gostou de chegar em casa e não ter jantar pronto”, comenta Maria José Conceição, 50, assistente social em um hospital público na zona leste de São Paulo. De acordo com dados compilados pela Rede Nossa São Paulo, 6.032 mulheres, de 20 a 59 anos de idade, foram internadas na cidade por causas relacionadas a possíveis agressões em 2013.

Leia a matéria completa no site 32xSP