Apoel sofre goleada, mas ainda segue com chances de alcançar a Liga Europa

Foto: AFP

Antes da partida desta terça-feira, 21, o lateral-esquerdo Roberto Lago havia concedido uma entrevista para o El País dizendo que “mesmo estando mal [o Real Madrid] te vence por 4x0”. Nunca uma frase foi tão profética quanto a que foi dita pelo jogador espanhol, que hoje atua no Apoel.

Mesmo tendo segurado o poderoso Real Madrid por 23 minutos, a qualidade técnica individual da equipe Galáctica foi o suficiente para abrir a porteira cipriota, que acabou terminando em uma goleada histórica.

O estrago foi ainda maior do que aconteceu no Santiago Bernabéu, no primeiro turno, quando o Real Madrid venceu o Apoel por 3x0. Dessa vez, no GSP Stadium, os comandados de Zidane dobraram o marcador para 6x0, num show de Cristiano Ronaldo, que voltou a encontrar o caminho do gol.

Apesar da má fase, a instituição Real Madrid não permite erros. E foi isso que Vinícius, uma das bandeiras do Apoel, cometeu no gol de Luka Modric. O brasileiro foi displicente ao tentar afastar de calcanhar uma bola alçada na área. Ao invés de eliminar o perigo, Vinícius deu uma assistência espetacular para o meio-campista croata emendar um sem pulo fantástico de fora da área para superar o goleiro Pérez.

Outro jogador que não esteve nada bem na partida foi o experiente zagueiro Jesus Rueda, que foi feito de bobo por Cristiano Ronaldo duas vezes. Na primeira vez, o português fez o pivô contra o zagueiro, que deixou uma avenida atrás de suas costas no primeiro gol de Benzema.

Foto: The Sun

No quarto gol do Real Madrid, Cristiano Ronaldo deixou não apenas o Rueda deitado no chão, mas o drible do gajo também humilhou o lateral-direito Vouros. Foi um desastre para o Apoel, que mesmo sofrendo a maior goleada do grupo, chegou a assustar a meta de Kiko Casilla.

Embora tenha sofrido seis gols, a equipe cipriota chutou 12 vezes contra a meta do clube merengue. O problema, no entanto, foi que apenas três chutes chegaram à baliza adversária. Mickael Poté e Giorgios Efrem, que entrou no segundo tempo, foram os melhores jogadores da equipe.

Apesar da derrota acachapante, o Apoel ainda segue com chances de se classificar para a Liga Europa. Para que isso aconteça, os cipriotas precisam vencer o Tottenham na última partida e torcer para que o Borussia Dortmund não vença o Real Madrid. Outra possibilidade é uma derrota aurinegra e um empate do Apoel contra o clube inglês.