Feyenoord faz jogo duro, mas cede vitória ao Manchester City nos minutos finais

Foto: The Sun

O pragmatismo tomou conta do jogo no Etihad Stadium. O City, virtualmente garantido em primeiro lugar e o Feyenoord, virtualmente eliminado da Champions League, entraram em campo na última terça (21) com pontos diferentes em vista. Os ingleses rodaram o elenco e buscaram dar oportunidades a nomes pouco utilizados na temporada enquanto os holandeses precisavam provar que poderiam jogar em alto nível na Europa.

O que se viu, em campo, foi uma atuação sólida dos holandeses, mas que não foi suficiente para conseguir o bom resultado: no final do jogo, Sterling deu a vitória aos anfitriões e tirou do Feyenoord qualquer chance de continuar em competições europeias.

O jogo, em si, foi morno. Sem tanto interesse da parte do City e com o Feyenoord sabendo do poder de fogo do adversário, não aconteceram grandes ações ofensivas durante o jogo. Foi a única partida, em nível europeu, que o Feyenoord conseguiu demonstrar algum tipo de organização defensiva. Sabendo das suas limitações, a equipe contou com boas partidas de Amrabat e Van Diks, pelo lado direito, o que acabou levando a equipe utilizar mais aquela faixa do campo.

Mesmo assim, carecia boa organização ofensiva para os visitantes. O City conseguiu mais finalizações e, durante o jogo, parecia mesmo ser questão de tempo o gol dos donos da casa. Eventualmente, aos 42 do segundo tempo, ele aconteceu. Mesmo com a derrota, Giovanni van Bronckhorst, disse estar orgulhoso da boa partida que a equipe fez na terra da Rainha.

Foto: Daily Mail

De fato, essa foi a melhor apresentação holandesa nessa Champions League. Amrabat, Vilhena e Berghuis conseguiram desempenhar bons papeis dentro de campo e o time pareceu um pouco menos espaçado durante a partida, visto que oferecia espaços demais nas últimas partidas. A linha defensiva ainda sente muita falta do brasileiro Botteghin, mas conseguiu, dentro das suas limitações, não oferecer tanto campo para a equipe ofensiva.

Agora o Feyenoord busca a reabilitação no campeonato nacional. A equipe ocupa apenas a sétima colocação no campeonato e está há cinco jogos sem vencer na competição. Sendo assim, visando buscar uma nova vaga na Champions League na próxima temporada, será preciso muito trabalho. O próximo compromisso europeu da equipe será no dia 6 de dezembro, frente ao Napoli, em confronto que será disputado na Holanda.