Preview: Rodada 2

Desde a vitória heroica sobre o Benfica em Portugal na primeira rodada, o CSKA Moscou não teve muita sorte na Rússia. Embalado, superou o Rostov, mas depois disso ousou e, com time reserva, foi eliminado logo na primeira fase da Copa da Rússia para o modesto Avangard Kursk. De olho na UCL, com time misto não saiu do 0 a 0 contra o Dinamo Moscou no clássico do último fim de semana.

Do lado do clube russo, a dúvida fica por conta de Mário Fernandes. O lateral-direito sofreu uma concussão no último final de semana e teve que substituído após meia hora de partida, mas o time conta com a liberação médica para tê-lo em campo. Caso não tenha condições, o experiente Kirill Nababkin entra em sua vaga. Olanare também perde a vaga no ataque para a entrada do volante Natkho, adiantando Dzagoev e Golovin. O restante do time deve ser o mesmo da vitória na estreia sobre o Benfica.

O Manchester United, por sua vez, teve vida fácil depois de bater o Basel por 3 a 0 na primeira rodada. Goleou Everton e Burton em casa, pela Premier League e Carabao Cup, respectivamente, e contou com gol solo de Lukaku para bater o Southampton no último fim de semana. Até agora na temporada sofreu apenas três gols, tornando a missão do CSKA de vencer David de Gea o grande desafio da noite.

José Mourinho confirmou que Phil Jones, Antonio Valencia e Michael Carrick não são opções para a partida na Rússia. Lesionado, Fellaini também não deve entrar em campo, assim como o francês Paul Pogba. Young e Darmian disputam a titularidade no lado direito da defesa, enquanto Anthony Martial deve receber uma nova oportunidade na frente. Dúvida, Matic deve começar jogando ao lado de Herrera no meio-campo.

Prováveis escalações:

CSKA: Akinfeev; Vasin, V. Berezutski, A. Berezutski; Mário Fernandes (Nababkin), Wernbloom, Natkho, Schennikov; Dzagoev, Golovin; Vitinho.

Manchester United: De Gea; Darmian, Bailly, Smalling, Blind; Matic, Herrera; Lingard, Mkhitaryan, Martial e Lukaku.

Palpite: CSKA 0x2 Manchester United

Desde o sorteio da fase de grupos, o Celtic sabia que não teria vida fácil e que provavelmente iria disputar a terceira posição do grupo. Tudo se confirmou contra o Paris Saint-Germain, quando o time escocês simplesmente não conseguiu acompanhar o ritmo da equipe parisiense e perdeu por 5 a 0 em casa.

No entanto, podemos dizer que o revés na Champions League são águas passadas para os comandados de Brendan Rodgers. Em três partidas disputadas, os Bhoys marcaram 10 gols e não sofreram nenhum gol. A atual fase do Celtic é animadora, com direito a uma vitória de 2 a 0 contra o maior rival, Rangers, fora de casa. O campeão da Champions de 1967 lidera o campeonato local com facilidade, conquistou 19 pontos, dois pontos acima do segundo colocado Aberdeen, e ainda não perdeu na competição.

Já o time da região metropolitana de Bruxelas vem mostrando sinais que quer se recuperar do péssimo início no campeonato local. Após a derrota de 3 a 0, lá na Alemanha, para o Bayern de Munique, o Anderlecht empatou fora de casa por 2 a 2 contra o KV Kortrijk e venceu também fora de casa o Waasland por 2 a 1. A equipe do Nicolás Frutos somou somente 12 pontos no campeonato local, com nove pontos atrás do líder Brugge e três do Royal Antwerp, que fecha a zona de playoffs para o título do campeonato belga.

A partida gera bastante expectativas para os dois lados, pois as duas equipes foram cotadas como concorrentes pela terceira vaga do grupo. O bom clima no lado verde e branco de Glasgow após vitória no Old Firm contrasta com o clima pesado de afirmação na Bélgica. Única grande notícia envolvendo o Celtic é que o torcedor que for encontrado sem ingresso na Bélgica pode ser encaminhado à delegacia. O maior campeão belga vem desfalcado para o confronto. Sven Kums, expulso na Alemanha, suspenso e o hondurenho Andy Najar está machucado.

Prováveis escalações:

Anderlecht: Boeckx; Applah, Spajic, Deschacht, Sowah Adjei; Dendoncker, Bruno, Trebel, Stanciu, Hanni; Teodorczyk.

Celtic: Gordon; Lustig, Simunovic, Boyata, Tierney; Brown, Armstrong, Roberts, Rogic, Sinclair; Griffihts.

Palpite: Anderlecht 1x1 Celtic

A estreia do Qarabag na Champions League não foi das melhores, a equipe perdeu para o Chelsea em Stamford Bridge por 6 a 0. Já na segunda rodada do grupo, o Qarabag enfrentará a Roma, no Azerbaijão. Será a primeira partida em casa da história do Qarabag na Champions League, um marco histórico.

O Qarabag vem de uma vitória no campeonato Azeri, a equipe bateu o SumQayit por 4 a 1, o brasileiro Pedro Henrique abriu o placar, o outro brasileiro, porém naturalizado azerbaijano Richard marcou o segundo e Madatov fez mais dois para fechar o placar. Após esse jogo, o técnico Gurban Gurbanov falou que o Qarabag não deve te nenhum problemas para o jogo contra a Roma, ou seja, força total contra os italianos na próxima quarta-feira.

A equipe da Roma também venceu sua última partida, um 3 a 1 em cima da Udinese, com gols de El Shaarawy (2x) e Dzeko. O time da capital italiana vem com alguns problemas, três defensores estão lesionados, Emerson, Rick Karsdorp e Nura Abdullahi, além desses o atacante Patrick Schick também é uma baixa, já o ponteiro Diego Perotti é dúvida para a partida.

Prováveis escalações:

Qarabag FK: Kanibolotskiy; Rzeźniczak, Medvedev, Hüseynov, Yunuszada; Elyounoussi, Míchel, Almeyda; Ndlovu, Pedro Henrique; Madatov.

Roma: Alisson; Florenzi, Manolas, Fazio, Kolarov; Nainggolan, De Rossi, Strootman; Defrel, Al Shaarawy, Dzeko.

Palpite: Qarabag 1x3 Roma

Depois de vencer os gregos do Olympiacos na partida de estreia dessa edição da UEFA Champions League, o Sporting vem empolgado, mas com o alarme ligado, para enfrentar o Barcelona. O jogo contra os gregos tinha tudo para ser uma goleada histórica, mas os Leões se mostraram desinteressados na segunda etapa, o que poderia ter custado a preciosa vitória obtida. É também válido ressaltar que, nesse final de semana, o time não passou de um empate contra o modesto Moreirense, atual 16º colocado no Campeonato Português (que só tem 18 clubes…). Na ocasião, somente o talentoso Marcos Acuña foi poupado.

Para o encontro frente o Barça, Fábio Coentrão, que não atuou na estreia sportinguista na competição europeia, é opção. O treinador Jorge Jesus tem todo o seu elenco disponível, mas tendo em vista o que foi feito na partida contra o Olympiacos, não é certa a titularidade Bas Dost, podendo Seydou Doumbia ser o titular. Novidade é o afastamento de Bryan Ruiz, o que causou certa polêmica nos últimos dias em Portugal. Outro fato certo é que o Estádio José Alvalade estará entupido, tendo todos os ingressos sido vendidos, conforme noticiou o clube na última quinta-feira (21).

Por outro lado, o Barcelona, líder do Campeonato Espanhol, viaja a Lisboa com o importante desfalque de Ousmane Dembélé. Sem o francês, é provável que Gerard Deulofeu seja o titular, podendo também alinhar no onze inicial catalão o meia Denis Suárez. De mais a mais, o treinador Ernesto Valverde não conta apenas com Rafinha, lesionado. Por isso, a tendência é o uso de uma escalação semelhante a que impôs sonoro 3x0 à Juventus, na estreia dos Culés.

Quando do sorteio dos grupos, o comandante da equipe catalã chegou a dizer que o Sporting, junto ao RB Leipzig, era a equipe do Pote 4 que gostaria de evitar. Contudo, há substancial diferença de qualidade entre os rivais dessa semana. Para vencer, os Leões terão que se aplicar ao máximo, sem dar margem às distrações que já foram percebidas nesse início de temporada, em partidas teoricamente mais fáceis, basicamente uma missão impossível.

Prováveis escalações

Sporting: Rui Patrício; Piccini, Coates, Mathieu, Coentrão; W. Carvalho, Battaglia, Bruno Fernandes; Gelson Martins, Dost (Doumbia), Acuña.

Barcelona: Stegen; Semedo, Piqué, Umtiti, Alba; Busquets, Iniesta, Rakitic; Messi, Suárez, Deulofeu (D. Suárez).

Palpite: Sporting 1x4 Barcelona

Like what you read? Give Walter Paneque a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.