Professores da Famecos representam PUCRS no Reino Unido

Gabriel Galli
Aug 12, 2016 · 2 min read

Os professores da Faculdade de Comunicação Social da PUCRS André Pase, Eduardo Pellanda, Roberto Tietzmann e Paula Puhl representaram a universidade no encontro da Associação Internacional de Estudos em Comunicação Social (IAMCR — International Association for Media and Communication Research), que aconteceu de 27 a 31 de julho na Universidade de Leicester, na Inglaterra. O IAMCR busca interfaces entre os estudos da mídia e outras áreas do conhecimento, como esporte, direito, regulações e pesquisa. O evento é realizado há 59 anos e é considerado um dos maiores sobre mídia e comunicação do mundo.

Os professores Eduardo Pellanda e André Pase participaram de um grupo de trabalho sobre políticas de comunicação e tecnologia (Communication Policy & Technology — CPT), em que apresentaram uma proposta de framework para pensar cuidados éticos no uso de drones. “Esse foi um congresso com um perfil bastante acadêmico. Em alguns momentos, muitos pesquisadores pareciam um pouco agarrados ao paradigma dos meios de comunicação de massa tradicionais, buscando muito o legado dessas mídias. De certa forma, esperávamos posições mais disruptivas. Ao mesmo tempo, entendemos que o mercado tem se aproximado muito da academia para buscar novas formas de distribuir notícias e reinventar redações”, avalia Pellanda.

Os professores Roberto Tietzmann e Paula Puhl (que também faz parte do Grupo de Pesquisa em Estudos Olímpicos da PUCRS) participaram do grupo de mídia e esporte (Media and Sport — MES), apresentando uma pesquisa que relaciona as animações dos mascotes das olimpíadas de 2016 no Brasil com a identidade nacional e valores olímpicos. “Foi um ótimo diálogo. Encontramos pesquisadores que acompanharam outras olimpíadas, como a de Sidney, e trouxeram questões parecidas às nossas. Estamos todos na mesma busca por pensar temas e metodologias inovadoras”, conta Tietzmann. Para Paula, a possibilidade de entrar em contato com pesquisas de diferentes nacionalidades foi importante para entender os referenciais teóricos usados em outros países e os tratamentos dados aos objetos. "Essas questões sempre agregam nas nossas pesquisas", opina.

Pesquisa quantitativa como tendência

Para Tietzmann, a principal tendência apresentada no IAMCR é a busca constante dos pesquisadores por inserir métodos quantitativos nos trabalhos de comunicação. “É, sem dúvida, a linguagem global de pesquisa. É óbvio que uma parte do trabalho será um ensaio, mas ele é fundamentado nos dados coletados e organizados”, afirma. O professor Eduardo Pellanda ressalta que atualmente vem se formando uma nova escola de pesquisas em comunicação que recebe influências diretas da Ciência da Computação e que isso foi bastante perceptível no evento. “Vários pesquisadores estão tentando interpretar os conteúdos das redes sociais e transformá-los em algo quantificável, pensando também em novas visualizações. Outra ferramenta importante tem sido a análise de imagens em larga escala com a ajuda de algoritmos”, pontua.

Confira o abstract book do evento.

PPGCOM PUCRS

Histórias sobre o que acontece no Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social da Famecos/PUCRS.

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch
Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore
Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade