Eu sei


Pra ler ouvindo: Alabama Shakes — I Found You.

Sentado de frente pra você nessa mesa de jantar, eu penso algumas coisas enquanto você me conta como foi o seu dia e eu só aceno com a cabeça:

1— Você não é a mulher mais bonita do mundo.

Eu sei que você dificilmente será uma modelo da Victoria’s Secret e que seu sorriso tem um dentinho ali na direita meio revoltado que se afastou do resto do grupo. Você nunca vai saber, mas até apelido eu já dei pra ele: Bebeto, o camisa 7.

2 — Você não é a mulher mais engraçada do mundo.

E não é que você seja sem graça. Não é isso. Alguns minutos atrás mesmo, eu tava rindo que nem um idiota da história que você contou de quando com três aninhos você fez cocô no biquini e saiu andando pelo clube fingindo que nada tinha acontecido.

3 — Você não é a melhor dançarina do mundo.

Não vou discutir o seu gosto musical que definitivamente é incrível, mas digamos que a união entre coordenação motora e ritmo não é o seu forte.

4 — Você também não é a mulher mais inteligente do mundo.

Eu sei que você sempre foi a melhor aluna de todas as suas classes. Ganhou medalhas e mais medalhas nas olimpíadas de matemática. E que pra você livro quanto maior, melhor. Eu sei de tudo isso. Mas eu sei também que um Prêmio Nobel está bem longe de acontecer.

Juro que eu sei que você não é a mulher mais linda, engraçada, dançarina, divertida e inteligente do mundo. Eu sei de tudo isso.

Mas o que eu não consigo entender é porque mesmo sabendo de tudo isso. Mesmo tendo a certeza de tudo isso, não é isso que eu sinto quando sento na sua frente e vejo você com sua camiseta do Ramones e um rabinho de cavalo já todo desarrumado no fim de uma noite comum de quarta-feira? POR QUÊ? — eu me pergunto.

Por que mesmo sabendo de tudo isso, de frente para você eu só consigo sentir o contrário?

E a única resposta que eu consigo chegar é que algumas coisas na vida são impossíveis de serem explicadas. E quando eu finalmente chego a essa resposta, eu lembro uma coisa muito importante que eu já aprendi nessa vida: as coisas que você não consegue explicar são, com certeza, as melhores a serem vividas.

E é nessa hora. Exatamente nesse momento, que eu faço você parar de falar, seguro suas mãos, aperto as duas com força, olho dentro dos seus olhos e falo bem baixinho só pra você ouvir:

— Eu sei que eu sou muito sortudo por ter você, a pessoa mais incrível do mundo, sentada na minha frente nas melhores noites da minha vida.