Formatura Vai na Web

Evento de integração reúne colaboradores e alunos do programa de educação digital no Casarão dos Prazeres

No último sábado (6 de maio), o Instituto Precisa Ser promoveu o encontro entre colaboradores, alunos e parceiros do Vai na Web no Casarão dos Prazeres (CDEI Amália Fernandez Conde), com a presença de representantes do Educap (Complexo do Alemão), do Proa (Morro dos Prazeres) e da 1STi (tecnologias digitais e impacto social), além de alunos do programa de educação digital e desenvolvimento pessoal. A localização com visão privilegiada da cidade do Rio de Janeiro, o bom tempo em questão e até a impressionante arquitetura da mansão contribuíram para que, ao menos visualmente, todos estivessem verdadeiramente dispostos.

Casarão dos Prazeres
Conheça o Vai na Web

As atividades no período da manhã incentivaram os convidados a refletir sobre habilidades pessoais e objetivos de vida, à procura de soluções coletivas e sugestões de planejamento para conquistar realizações. Ao entardecer, foram entregues os diplomas referentes às primeiras turmas formadas pelo Vai na Web e todos puderam acompanhar os depoimentos reais quanto aos impactos gerados, na prática, pelo programa de desenvolvimento web e habilidades socioemocionais.

Sabrina Martina, 19, é moradora do Complexo do Alemão e destacou as dificuldades enfrentadas no contexto de violência de seu território, já para atravessar algumas ruas e chegar ao Educap, onde aconteciam as aulas do primeiro módulo Vai na Web. Diante de riscos enfrentados e ganhos adquiridos, ela, Paulinho, Camila e AlNeg são alguns dos formandos que permanecem no programa como colaboradores, tutores das novas turmas e já atuando na área de desenvolvedores. O depoimento desses alunos é um termômetro da geração de impactos do programa – eles não titubeiam ao dizerem que o Vai na Web já mudou suas vidas.

Entre ótimas refeições preparadas pela agente comunitária Janice, com facilidade em sintetizar receitas só não mais impressionante que o próprio sabor resultante do preparo, os diversos subgrupos formados para as atividades e os já velhos conhecidos interagiram por horas, trocando experiências, ganhos e aprendizado. O valor compartilhado através das interações apontava para verdadeiros avanços da culinária à programação – uma inteligência coletiva que conduzia à celebração da própria conexão.

Ao final do evento, restaram de lamentos somente a falta de quem não pode comparecer e a teimosia de quem permanece tentando acertar pela polarização e se destacar pela diferenciação.


O Precisa Ser é uma rede de valor compartilhado entre inovadores sociais, instituições e empresas. Junto à 1STi, desenvolvemos uma ação colaborativa que ajuda empreendedores sociais a gerir seus projetos e programas de maneira simples e descomplicada e desenvolver modelos de negócios sustentáveis e inovadores a partir de tecnologias digitais e sociais.