A felicidade está na jornada e não só no destino

Tatiane Kênia
Pretux
Published in
3 min readApr 13, 2021

--

Se a jornada do usuário for cheia de atrasos, burocracias e empecilhos, acredite! O objetivo final não será compensador.

Às vezes, desejamos tanto um produto ou serviço que fechamos os olhos ou ignoramos pequenos contratempos e dificuldades que surgem no decorrer do processo. De acordo com a lei de Murphy, “Se algo der errado, tudo dará errado”. Isso não é regra, mas quais são as chances de o pão cair no chão com a manteiga virada para baixo?

A lei de Murphy é vista como pessimista, mas vejo que o objetivo maior é nos ensinar e devemos encará-la como oportunidade de melhoria ou até mesmo como uma ferramenta de prevenção ao mapear os riscos.

Existem muitas maneiras pelas quais um produto ou serviço pode falhar e existem também muitas maneiras pelas quais o usuário pode usar indevidamente um produto ou serviço. Tentar descobrir o que um usuário poderia fazer de errado e tentar reduzir ou excluir essa possibilidade é o que vai garantir a ele uma melhor experiência.

UX não é só Tecnologia

Um conceito importante no design UX é o processo pelo qual os usuários formam experiências. Quando o usuário encontra um produto, forma uma impressão momentânea, que evolui ao longo do tempo. Neste processo, a percepção, ação, motivação e cognição do usuário se integram para formar uma história memorável e coerente: chamada experiência do usuário. Esse processo desenvolve respostas emocionais que determinam, em grande parte, se a experiência será considerada positiva ou negativa.

Devemos ter em mente que UX Design não se trata apenas de tecnologia, app ou interface, e sim do processo como um todo. A experiência do usuário envolve uma série de pessoas, processos e projetos até chegar no produto, ou seja, tudo que envolve a jornada do usuário.

Jornada do usuário

O mapa de jornada do usuário é uma das ferramentas que ajuda a traçar uma estratégia para o produto. O mapa destaca 3 coisas muito importantes:

  • O entendimento do antes, durante e depois do contato entre o usuário e o produto
  • Ajuda a pensar com empatia
  • Identifica novas oportunidades e soluções

Com o mapa de jornada do usuário é possível saber o que o usuário está pensando, sentindo e seu comportamento na rotina de consumo de um determinado produto ou serviço. É possível encontrar falhas no processo, pontos para melhoria e até oportunidade de criar algo que atenda à necessidade de uma etapa específica.

Criar um mapa do usuário é simples, e são necessárias algumas premissas básicas:

  • Princípios (o que precisa ser considerado e esperado)
  • Os estágios da jornada
  • O que o usuário está fazendo
  • O que o usuário está pensando
  • O que o usuário está sentindo
  • Itens de experiência (Aproveitamento, Relevância e Utilidade)
  • Oportunidades encontradas
Jornada do usuário

UX Design para não Designers

O Design está relacionado a solucionar problemas, está diretamente ligado às necessidades das pessoas. Design é também, sobre processos e ferramentas.

O UX Design não é só para designers e podemos implementar suas ferramentas em qualquer área e processos em nosso dia a dia.

Me diz! Qual é o produto ou serviço da sua área ou empresa que precisa de um mapa da jornada do usuário?

--

--

Tatiane Kênia
Pretux

Estou sempre em busca de conhecimento, proporcionando-me oportunidades e desenvolvimento pessoal e profissional, inclinada a inovações.