Antídotos para tempos de vacas magras

Às vezes, a nossa vida profissional parece aquela bola de feno atravessando uma estrada deserta. Foto por Peter Kleinau, disponível no Unsplash

Vez ou outra, havendo crise ou não, algum colega desabafa (com parcimônia, para não dar pinta de desespero): “semana esquisita, não? Poucos trabalhos pingando…”.

Todo mundo já ouviu ou soltou essa em algum momento, e tudo bem, acontece. A sazonalidade é inerente à vida do autônomo. E será que realmente não tem trabalho rolando ou você só está estranhando o fato de não estar soterrado por demandas? Falo por mim mesma: estou me esforçando para tratar esse prazer doentio de achar que o negócio só está indo bem quando não tenho tempo para viver (credo!).

Portanto, o que fazer em tempos de vacas magras? Seguem algumas dicas que eu fui aprendendo e inventando ao longo desses sete anos na labuta tradutória.

Dê conta de tarefas acessórias

Sabe todas aquelas coisinhas que, em tese, temos que fazer com regularidade e frequência para manter o nosso negócio azeitado, mas que se acumulam em um limbo de desculpas, preguiça, procrastinação ou aquele projeto de 30k para ontem? Aproveite essa maior disponibilidade de tempo para resolver essas tarefas que viraram pendências. Lembre-se que elas são imprescindíveis para o seu negócio se manter profissional.

Faça o check-up do currículo

Se você está sentindo uma diferença no volume de demandas, é porque passou os últimos meses ralando pra caramba. Logo, você fez e aprendeu coisas novas que com certeza ainda não foram parar no seu currículo, já que você estava tão ocupado traduzindo 24/7. Que tal aproveitar para dar aquele tapa maroto no currículo, atualizar o portfólio, repaginar seu website?

Prospecte novos clientes

Aproveite que você tem mais tempo livre para buscar novos clientes. Eu sei, eu sei, todo mundo conhece essa dica, mas se todos a seguissem pra valer, ela não seria repetida tantas vezes. Prospectar clientes é trabalhoso, demora e a gente acaba só fazendo isso quando bate aquela culpa — que geralmente coincide com as vacas magras! Desta vez, se esforce para incorporar esse hábito no seu cotidiano: otimize o processo de prospecção já deixando um modelo de e-mail para primeiro contato pronto, uma tabelinha organizada com os clientes que você quer contatar…

Estude

A internet é um mar de conteúdo (a maioria gratuita) ao alcance dos nossos dedos: use e abuse! Estude os seus idiomas de trabalho, leia artigos sobre a profissão, leia materiais sobre as suas áreas de especialização, assista a vídeos, palestras, participe de congressos virtuaisYou choose. No mais, vou me parafrasear:

Aproveita para seguir o blog no Instagram! :)

Ocupe a cabeça

Quando nos mantemos ativos e produtivos, sobra menos espaço para o desânimo bater, afinal, mente vazia, oficina do diabo. A sensação que tenho é que, quanto mais antenada sou nas áreas que me interessam, mais a minha mente trabalha para que eu esteja preparada para enxergar as oportunidades que hão de surgir, uma hora ou outra. Adote essa atitude que é o oposto de esperar as coisas caírem do céu. E quando você gosta e acredita muito no que faz, essa batalha cotidiana fluirá naturalmente até você ser interrompido pela próxima oferta de trabalho.