Várias versões da mesma Gabriela — um pouco de quem sou eu

Gabriela Melo
Nov 12 · 5 min read
Image for post
Image for post
Eu bem felizinha em um dia aleatório!

Tive que me preparar para fazer uma apresentação de 10 minutos sobre quem sou eu.

Confesso que acho muito difícil responder quem é a Gabriela.

Dá a ideia de algo estático e eu sou fã número 1 do dinamismo.

É aquele velho clichê: eu não sou, eu estou.

A verdade é que autoconhecimento é um caminho que não tem fim.

E ainda tenho muito que me conhecer, muito o que experimentar e entender as surpresas que a Gabriela encontrará e será como mulher, mãe, filha, funcionária, empreendedora, triatleta e por aí vai.

Procurando qualquer ideia de pertencimento, volto e apresento-lhes minha origem: sou Montemorense mas também sou apaixonada pelo interior de Minas, por isso costumo acrescentar que sou paulista com o coração amineirado.

Image for post
Image for post
Meu primo no cavalo e eu achando que sabia o que estava fazendo

Nas minhas andanças já mudei de cidade mais de 13 vezes e morei em 3 países diferentes. (Brasil, EUA e Alemanha) Cada lugar me ensinou algo diferente e que faz parte da construção do que acredito hoje.

Digo que sou do mundo e faço dela minha morada… e sabe, querer ser do mundo tem dessas… ao mesmo tempo que sei que tenho para onde e para quem voltar, despedir é algo que me dói.

Ir e deixar ir faz parte da minha vida.

E por mais que já tenha me despedido inúmeras vezes, não consigo me acostumar. Sou dessas que chora e sente o coração em pedaços toda vez que tenho que partir.

aeroporto
aeroporto
Com certeza segurando o choro!

Falando em partidas, me despedir do meu avô foi o momento mais difícil da minha vida. Eu carrego comigo uma saudade imensurável e a certeza de que nossa vida está por um triz, por isso devemos aproveitar muito cada momento.

Buscando referências de tudo que já fui um dia, me recordo que aos 14 anos tinha certeza que seria jogadora de basquete profissional e isso me levou até a seleção Brasileira Sub15, me fez campeã brasileira junto com a Seleção Paulista e também fui premiada como melhor armadora em um campeonato Sul Americano.

Image for post
Image for post

Aos 16 anos, essa mesma Gabriela entendeu que o esporte poderia ser hobby e que o que eu queria era viver uma experiência como intercambista, e então fui para os EUA e lá descobri que imergir em outra cultura é um desafio que vale a pena.

Fui gândula nos jogos de futebol, fiz parte do grupo de teatro e vesti a camisa da High School que estudei ao ponto de dizer que Once a Wildcat, always a Wildcat. Vivi um filme.

Image for post
Image for post
Meu último jogo de basquete como Wildcat! INCRÍVEL!

Aos 18 anos eu era estudante de Administração na UNIFEI, morava em uma república com mais 10 meninas e conheci uma Gabriela que gostava muito de sair para festas, fazer amizades e viver cada segundo.

Nessa mesma época eu me tornei meia maratonista e a corrida de rua virou minha principal terapia.

Aos 21, eu tive uma crise de meio de curso, quis abandonar tudo e tentar Educação Física. Como uma fuga, acabei entrando em um avião e embarquei para a Alemanha. O que reconheço que foi a decisão de uma Gabriela corajosa, mas também muito imatura, impulsiva e pouco analítica.

Ali conheci uma Gabriela que tinha muitas expectativas e que poucas foram atendidas. Na Alemanha vivi meus dias mais escuros e tive que lidar com a solidão, e fui ao fundo do poço onde tudo parecia mais pesado do que deveria ser.

E sabe a Gabriela que foi corajosa de arrumar as malas e ir, ela também ligou e pediu para voltar…

Na Alemanha aprendi a apreciar as pequenas dádivas da vida e em homenagem a essa fase fiz minha primeira tatuagem: Lebensfreude — que significa exatamente isso.

Voltar e ver de pertinho o sorriso das pessoas que eu mais amo no mundo foi um dos momentos mais felizes que já vivi.

https://www.youtube.com/watch?v=LUqBHZtOitk&t=63s

Eu sou apaixonada pelas surpresas da vida e adoro o espaço vazio que existe entre a realidade e meus planos.

Acredito na força do Universo e tenho fé que existe um Deus que me acompanha em todas as decisões, sinto e vejo Ele em tudo!

Meu propósito de vida é ser mãe, isso me norteia e faz com que cuidar da minha saúde física e mental sejam prioridades. Querer ser mãe me motiva a querer trabalhar muito, ter uma carreira sólida, estabilidade financeira e a sempre buscar novos conhecimentos.

A ideia de ser para alguém o que minha mãe é para mim me causa sentimentos maravilhosos.

Aproveitando a deixa da maternidade, eu me imagino correndo empurrando o carrinho do neném… então meu plano atual de ser triatleta faz total sentido e por isso me dedico religiosamente aos treinos de corrida, natação, bicicleta e fortalecimento muscular.

Além de acompanhamento psicológico… que provavelmente é a razão de eu escrever esse texto com fluidez.

Tudo isso que disse me guia a querer um trabalho que me permita ter autonomia e flexibilidade, onde eu possa ser quem eu sou sem nenhum tipo de filtro.

Que eu consiga conhecer pessoas diferentes e aprender sobre e com elas, sempre buscando novos conhecimentos para ter amplitude de ideias.

Eu me permito viver para conhecer várias versões da Gabriela.

Minhas versões compõem minha história e eu tenho orgulho de cada uma delas! ❤

Essência

Compartilhando as versões da Gabriela fora do escritório

Gabriela Melo

Written by

Paulista com o coração amineirado. Triatleta em construção e doida por paçoca. Nesse espaço compartilho várias versões da Gabriela. Sejam bem-vindos!

Essência

Essência

Quando a gente decide se posicionar e tem clareza do que busca, defender nossos argumentos é autêntico, falar “não” é natural e enxergar o que realmente é uma oportunidade é mais simples.

Gabriela Melo

Written by

Paulista com o coração amineirado. Triatleta em construção e doida por paçoca. Nesse espaço compartilho várias versões da Gabriela. Sejam bem-vindos!

Essência

Essência

Quando a gente decide se posicionar e tem clareza do que busca, defender nossos argumentos é autêntico, falar “não” é natural e enxergar o que realmente é uma oportunidade é mais simples.

Medium is an open platform where 170 million readers come to find insightful and dynamic thinking. Here, expert and undiscovered voices alike dive into the heart of any topic and bring new ideas to the surface. Learn more

Follow the writers, publications, and topics that matter to you, and you’ll see them on your homepage and in your inbox. Explore

If you have a story to tell, knowledge to share, or a perspective to offer — welcome home. It’s easy and free to post your thinking on any topic. Write on Medium

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store