Livro importante para designers freelancers

Se você, assim como eu, está investindo na carreira solo, eu recomendo fortemente esse livro.

Eu já acompanho as aulas do School of Motion há algum tempo, e também conteúdo no youtube. Eu comprei o livro na pré-venda da Amazon US ( Se ficou interessado, clique aqui para comprar o livro) e chegou aqui em casa rápido e direitinho (via DHL ❤️).

O autor divide o livro em duas partes: a primeira é o Manifesto, onde ele explica porquê você deve considerar a vida de freelancer, e todos os pros e contras dessa escolha. E a segunda é um guia de como começar uma carreira freelancer, desde conseguir clientes até gerenciar o workflow.

O caminho que você trilha é determinado pelo seu objetivo, e o primeiro passo do Manifesto Freelancer é pensar no seu objetivo”. (Página 46)

Aprendendo a pesar na “balança freelancer”

É traçado um paralelo entre liberdade criativa x lucro nos trabalhos de animação (e acredito que a fórmula também pode ser aplicada em outros trabalhos na área criativa). Quanto mais o cliente paga, mais controle ele tem sobre o projeto, e portanto o trabalho será menos criativo. Logo, quanto menos o cliente pagar (ou até mesmo se for um trabalho não-pago), mais liberdade criativa.

Também tem a zona intermediária, onde o profissional recebe um salário razoável e faz trabalhos na média (que não exploram todo o seu potencial criativo). E é nessa zona que existe a falsa sensação de estabilidade; a zona de conforto.

E essa é a principal diferença entre um designer empregado e um designer freelancer. No primeiro, você está “preso” e sujeito a fazer trabalhos onde — talvez — você não esterá usando todo o seu potencial criativo. E no segundo, o principal ponto positivo é poder escolher onde você vai aplicar a sua criatividade, e quanto vai cobrar por isso. Mas é claro que existe um longo caminho a ser trilhado, para um motion designer freelancer ter o poder de escolher e recusar os jobs que aparecem.

Eu pretendo continuar explorando o tema, e relacionando com obras e referências dessa área criativa. Espero que vocês continuem acompanhando. :-)


Originally published at https://www.linkedin.com on March 6, 2018.

Like what you read? Give Fernanda Landim a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.