Image for post
Image for post
A lista de adjetivos associados ao substantivo “feminismo” só aumenta.

Existem “vertentes” no feminismo?

Radical, liberal, interseccional… entenda de uma vez por todas o que significam essas tais “vertentes feministas”

QG Feminista
Mar 5, 2018 · 33 min read

Afinal, o que é “feminismo”?

Almanina Barbour, uma militante negra da Filadélfia, uma vez apontou para mim: “o movimento de mulheres é o primeiro na história que está em guerra sem um inimigo”. Eu estremeci. Era uma crítica clara. Eu tateei em minha mente por uma resposta: certamente o inimigo já deve ter sido definido em algum momento. Do contrário, em que estaríamos atirando nos últimos anos? No ar? Cheguei a somente duas respostas, apesar de eu perceber, ao procurá-las, que era uma pergunta cuidadosamente evitada. A primeira e, de longe, mais frequente resposta é “a sociedade”. A segunda, não frequentemente e sempre furtivamente, é “homens”. Se a “sociedade” é o inimigo, o que isso significaria? Se são mulheres que estão sendo oprimidas, só sobra um outro grupo pra realizar a opressão: os homens. Então por que chamá-los de “sociedade”? Poderia “sociedade” significar as “instituições” que oprimem mulheres? Mas instituições devem ser mantidas, e a mesma questão surge: por quem? A resposta a “quem é o inimigo?” é tão óbvia que a pergunta que realmente importa é “por que isso tem sido evitado?”. O mestre pode tolerar muitas reformas na escravidão, mas nenhuma que ameaçaria seu papel essencial de mestre. As mulheres sempre souberam disso, e, uma vez que “homens” e “sociedade” são na verdade sinônimos, elas têm temido o confronto com ele. Sem esse confronto e uma compreensão detalhada de qual tem sido a estratégia de batalha dele que tem nos mantido completamente dominadas de forma tão bem sucedida, o “movimento de mulheres” é pior do que inútil: ele convida a uma reação masculina e nenhum progresso feminino. (Ti-Grace Atkinson, 1969)

Feminismo Liberal

(ou liberalismo aplicado à questão feminina)

A “questão feminina” no socialismo ou Feminismo Marxista/Socialista/Classista


Feminismo negro



Feminismo Anarquista, anarcofeminismo ou feminismo libertário

Image for post
Image for post

Feminismo Radical

Image for post
Image for post


Referências


QG Feminista

Feminismo em Revista

Sign up for QG Feminista

By QG Feminista

Feminismo em Revista Take a look

By signing up, you will create a Medium account if you don’t already have one. Review our Privacy Policy for more information about our privacy practices.

Check your inbox
Medium sent you an email at to complete your subscription.

QG Feminista

Written by

QG Feminista

Feminismo em Revista

QG Feminista

Written by

QG Feminista

Feminismo em Revista

Welcome to a place where words matter. On Medium, smart voices and original ideas take center stage - with no ads in sight. Watch

Follow all the topics you care about, and we’ll deliver the best stories for you to your homepage and inbox. Explore

Get unlimited access to the best stories on Medium — and support writers while you’re at it. Just $5/month. Upgrade

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store