Transborde

Texto produzido por Marluce Olímpio

Não me contenta a definição “procuro minha metade”, acho que quem é metade não se doa por inteiro. Prefiro a definição “sou completa e procuro transbordar”.

Pessoas completas são felizes sozinha, não precisam ter alguém para se sentirem realizadas, conhecem novas pessoas, transmitem felicidade e quando conhecem alguém interessante, fazem suas escolha com plena convicção, não escolhem quem aparecer, para preencher uma carência, que imaginam ser a falta de ter alguém do lado para sentir se completo.

Pessoas inteiras gostam do transbordar, só assim se satisfazem plenamente, pois já são felizes sozinha, curtem sua própria companhia, se conhecem verdadeiramente, se jogam de cabeça, gostam do profundo, o raso não satisfaz.

Pessoas indecisas no meio do caminho a fazem desistir. Não se conformam, sempre questionam, buscam ser melhores a cada dia e procuram fazer quem está a seu lado, se sentir sempre especial e importante a cada momento. viver para existir, para realizar, para ser feliz.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Bruno Pantoja’s story.