NOTA DE REPÚDIO: XAMÃ E COSTA GOLD

O “rapper” Caio Nog, escreveu versos que fazem apologia ao estupro.

Rap Di Mina
May 23, 2018 · 3 min read

Xamã com Costa Gold nesse beat loco
Tira o sono
Deixa ela dormir que se ela vira, eu como
Boto o cano na goela e atiro gozo
– Nog em “Preguiça”, de MC Xamã com participação de Costa Gold

Mais uma semana, mais um escândalo na cena do Rap/Hip Hop nacional. O primeiro foi protagonizado pela Nabrisa. Em seu single “Passarin”, ela ofendeu a comunidade negra com versos racistas. A rapper se defendeu de várias as formas, se dizendo inclusive vítima de machismo, porque não cobram os caras da mesma forma. Nós acreditamos que o gênero não justifica versos racistas e ela deve ser cobrada, assim como qualquer outra pessoa. Nós redigimos uma nota de repúdio sobre o caso, disponível aqui.

Dados:

Anuário Brasileiro de Segurança Pública.
Levantamento G1 — Regerente a Jan — Jul/2017
Relógios da Violência

Portal Rap Di Mina

Uma publicação brasileira voltada para o Hip Hop feminino.

Medium is an open platform where 170 million readers come to find insightful and dynamic thinking. Here, expert and undiscovered voices alike dive into the heart of any topic and bring new ideas to the surface. Learn more

Follow the writers, publications, and topics that matter to you, and you’ll see them on your homepage and in your inbox. Explore

If you have a story to tell, knowledge to share, or a perspective to offer — welcome home. It’s easy and free to post your thinking on any topic. Write on Medium

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store