Holocausto Brasileiro

O retrato de um século de sofrimento

Divulgação

Aline Marinho

Impressionante, impactante, perturbador e comovente. Esses são apenas alguns dos adjetivos que podem ser atribuídos à obra de Daniela Arbex, Holocausto Brasileiro.

Publicado pela primeira vez em 2013, pela editora Geração, o livro-reportagem resgata a história do Hospital Psiquiátrico Colônia, em Barbacena, Minas Gerais.

Com um misto de narrativas, testemunhos, depoimentos e fotografias, os 14 capítulos que compõem a obra fazem com que o leitor consiga visualizar mentalmente — e detalhadamente — a barbárie que tirou a vida de mais de 60 mil pessoas.

As imagens que compõem e dão vida ao livro, de autoria do antigo fotografo da revista “O Cruzeiro”, Luiz Alfredo, que mostram pacientes nus e esqueléticos, rodeados por mosquitos, ratos e baratas, são enternecedoras e demonstram nitidamente quão precária era a vida dos homens e das mulheres que viviam no hospício.

Em sua primeira obra, Daniela Arbex trouxe a tona um dos recortes mais tristes da história do país — que até então, era desconhecido por muitos brasileiros. O impacto foi tão grande que rendeu à jornalista de 42 dois anos o título de melhor livro-reportagem pela Associação Paulista de Críticos de Arte, em 2013 e a segunda colocação, na mesma categoria, no prêmio Jabuti, em 2014.

O Holocausto Brasileiro é muito mais do que uma grande reportagem, é uma peça fundamental para a compreensão do que foi o sistema psiquiátrico brasileiro até o final dos 80.

Trecho:

Apesar do tamanho, o complexo não podia ser visto do lado de fora, por causa da muralha que cercava todo o terreno. Lá dentro, a dimensão daquele espaço asperamente cinza, tomado por prédios com janelas amplas, porém gradeadas, impressionava. Marlene ainda pôde perceber no pátio alguns bancos cimentados. Ao final do trajeto, ela parou em frente ao Afonso Pena, um dos sete pavilhões do Departamento B, com cerca de 1.500 metros quadrados. Fechada por fora, a porta de madeira que dava acesso aos dormitórios começava a ser aberta. Um cheiro insuportável alcançou sua narina. Acostumada com o perfume das rosas do escritório da Brasil Flowers, onde passou por sua única experiência profissional até aquele momento, Marlene foi surpreendida pelo odor fétido, vindo do interior do prédio. Nem tinha se refeito de tamanho mal-estar, quando avistou montes de capim espalhados pelo chão. Junto ao mato havia seres humanos esquálidos. Duzentos e oitenta homens, a maioria nu, rastejavam pelo assoalho branco com tozetos pretos em meio à imundície do esgoto aberto que cruzava todo o pavilhão. Marlene sentiu vontade de vomitar. Não encontrava sentido em tudo aquilo, queria gritar, mas a voz desapareceu da garganta.

Informações gerais:

Título original: Holocausto Brasileiro
Autora: Daniela Arbex
Nº de páginas: 272
Editora: Geração
Preço: R$ 33,92